EU JÁ ASSINEI, E VOCÊ?

Tamar Katz (19 anos), Yuval Ophir-Auron (19 anos), Raz Bar-David Varon (18 anos), Omer Goldman (19 anos), Mia Tamarin (19 anos), Sahar Vardi (18 anos) e Udi Nir (19 anos) são shministim, ou seja, estudantes secundaristas em Israel, aptos ao alistamento militar. Por serem rigorosa e vigorosamente contrários à barbárie cometida pelo exército israelense contra o povo palestino, recusaram-se ao alistamento, o que lhes rendeu a prisão e uma enorme pressão exercida por amigos e parentes, indignados com sua falta de amor – notem a triste ironia que reside na palavra usada em vão… – por Israel, cujo governo comanda a tal pressão, sob todas as formas, sobre os jovens e sobre suas consciências que não se dobraram, e não hão de se dobrar, à tirania.

Os shministim, que vêem os jovens palestinos como irmãos seus (vejam o video!) e justamente por isso repudiam, pagando com a própria liberdade, as atrocidades cometidas em nome da segurança de Israel (uma falácia…), são a prova viva de que há esperança no mundo. São a prova viva de que é possível receber influxos fomentadores do ódio sem se deixar envenenar por ele, oferecendo resistência pacífica através de gestos significativos dotados de profunda tolerância e respeito, de intensa generosidade e bom senso, de coragem e acima de tudo, de amor fraterno.

Tais gestos, partindo de jovens no começo da vida adulta, dão bem a dimensão da capacidade regeneradora que essas novas gerações têm nas mãos para oferecer ao planeta, tão castigado e preso a ódios multimilenares que se alimentam, as mais das vezes, sem que saibamos os por quês, agindo como verdadeiros autômatos incapazes de uma reflexão em busca de efetivas mudanças de comportamentos e conseqüentemente de rumos.

Daqui, da Tijuca, do Rio de Janeiro, do Brasil, pátria que abriga como irmãos descendentes de todos os pontos do planeta, inclusive judeus e palestinos, em respeitoso silêncio, elevo meus melhores pensamentos em direção aos shministim, aos que os apóiam em sua luta pacífica, aos palestinos vítimas da investida do exército israelense, e aos homens embrutecidos que não compreendem a grandeza dos gestos dos meninos.

Eu, descendente de judeus, quando assinei meu nome no site criado para recolher assinaturas em apoio ao gesto dos estudantes, senti-me profundamente bem e grato a meus antepassados, a quem agradeço, sempre, por minha existência, eles também responsáveis diretos por minha vida.

Assine o manifeste e veja o video aqui.

Até.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em gente

8 Respostas para “EU JÁ ASSINEI, E VOCÊ?

  1. >Querido mano velho, coloque o vídeo diretamente no seu blog, assim como fiz no meu. Comentei sobre os meninos judeus ontem à noite, vê lá. Acho que o vídeo será mais visto e acessado se for publicado diretamente no blog. Muita gente cai aqui por acaso e às vezes não tem tempo, paciência ou disposição de abrir um link para ir a outro site. Pode ser um detalhe bobo, mas a idéia é que, neste momento, a maior quantidade de gente possa assistir ao depoimento dos secundaristas israelenses.

  2. >Caro Edu,Tomei a liberdade de transcrever seus ótimos comentários (claro, concedendo a ti os méritos por isto) e enviar a vasta lista de pessoas queridas.VAMOS AJUDAR!!!Um abraço!

  3. >Você é um humanista, Eduardo. Tenho visto tanta bobagem irresponsável dita e escrita nos últimos dias, que uma página como a sua se torna uma chama de expectativas nessa barbárie que estamos assistindo.

  4. >Edu,O cardeal Renato Martino, assessor do papa Bento XVI, comparou as atuais condições na Faixa de Gaza às de um “grande campo de concentração.”Saudações!!!

  5. >Parabéns Eduardo, muito bacana seu comentário. Ja votei la e enviei para os amigos também! Se puder de uma olhada no seguinte site: http://www.avaaz.org/po/gaza_time_for_peace/ é uma petição a ser publicada no The Washington Post e posteriormente entregue ao conselho de segurança da ONU. Seria muito interessante a participação de todos, ja que sabemos, a ONU (e os Estados Unidos neste caso especifico em questão) só se movimenta pela pressão da opinião pública, dai quanto mais gente melhor. Grande Abraço!

  6. >Tem também um blog (Momentes of Gaza) escrito por pessoas que estão em Gaza. Como a imprensa não pode entrar lá, o blog é uma das poucas formas de informação disponível (e séria) sobre esse extermínio. O endereço é o seguinte:http://gaza08.blogspot.comLogo, logo, vão entrar fotos da manifestação ontem, no Centro do Rio, em apoio à Palestina neste endereço:www.ombudsmandocapeta.blogspot.comAbs.

  7. >Assinadíssimo! E a petição do Avaaz também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s