BOBÓ DE CAMARÃO, A RECEITA

Saí de Cabo Frio na manhã do dia 02 de janeiro com uma incumbência: comprar dois quilos de camarão limpo para preparar, na casa de meu irmão e de minha cunhada, aqui no Rio, um bobó de camarão para 12 pessoas, o que foi – faço de público a confissão – um senhor presente de virada de ano. Nada como começar o ano ao lado de gente querida, muito amada, o que dá ainda mais graça à vida. E cozinhando, o que me dá um tremendo prazer. Pedi a eles, anfitriões, que providenciassem os ingredientes, e vamos lá: além dos 2 quilos de camarão limpo, minha responsabilidade, 4 cebolas médias, 5 dentes de alho, 1 litro de leite de côco, dois maços de cebolinha, dois maços de coentro, sal, 1,5kg de aipim, duas garrafinhas de 250ml de azeite de dendê e azeite extravirgem para o refogado. Como tínhamos pressa – sair de Cabo Frio, ir em casa trocar de roupa, subir a serra, cozinhar e servir – fiz uma receita mais simplificada – dia desses preparo o bobó tradicional. Mas esse – posso garantir, assim como quem estava lá! – ficou monumental.Vamos a ela.
bobó de camarão
Como eu digo e repito sempre que lhes passo uma de minha receitas, é fundamental que repouse no balcão da cozinha um copo cheio de gelo e uma dose generosa de Red Label. Fundo musical? De preferência, Dorival Caymmi, já que eu não sou esquizofrênico de achar, como uma porção de cozinheiros e cozinheiras por aí, que cebola canta, que aipim geme, que camarão dança, que cheiro verde faz malabarismo e outros bichos. A primeira providência, depois de preparar a praça (picar a cebola, o alho, a cebolinha, o coentro, descascar o aipim, abrir as garrafas de leite de côco e de azeite de dendê – lembrem-se de que tudo é ritual), é cozinhar, em panela de pressão, os aipins já cortados. Isso levará tempo o suficiente para duas ou mais doses do uísque. Aipins prontos? Vamos em frente.
bobó de camarão

Num processador (ou num liqüidificador, que foi o que usei), coloque praticamente todo o leite de côco (deixe um tanto reservado) e o aipim, bem cozido, aos poucos. Junto, o coentro e metade da garrafinha de azite de dendê. O resultado será um creme que você deve guardar num tacho à espera do uso.

No fogo não muito alto, noutro tacho bem grande, refogue a cebola e o alho no azeite extravirgem com um tantinho de azeite de dendê, reservando um pouco ainda na garrafinha. É hora de deitar os camarões no tacho (e cuidado com o cheiro que, nesse momento, te fará babar intensamente). Mexendo com muito cuidado, cobrindo os camarões com os azeites, misturando a eles a cebola e o alho, espere os bichinhos ganharem aquela cor rosada que faz um homem como Luiz Antonio Simas, tarado confesso por camarão, prometer mundos e fundos em troca de uma porção do troço. É chegado o momento de pôr, aos poucos, o creme de aipim no tacho. Muito aos poucos, também, a cebolinha picada, o restinho do leite de côco e o último fio de azeite de dendê. Deixe a coisa ferver um pouco, fogo bem baixo, mexendo muito de vez em quando e bem devagar, com preguiça, bem à baiana. Hora de testar o sal, e pronto!

Para acompanhar o bobó, arroz branco e farofa de dendê (para isso, a segunda garrafa). Fiz a farofa com cebola e alho refogados e bastante molhada, bem cheia de azeite de dendê, com um pouco de cheiro verde picado, o que dá uma cor (além do sabor) bastante impressionante e tentadora.

bobó de camarão

Bom proveito.

E até.

Anúncios

16 Comentários

Arquivado em comida, receita

16 Respostas para “BOBÓ DE CAMARÃO, A RECEITA

  1. >Eu sou capaz de passar o resto da vida comendo apenas camarão – nas mais variadas formas. Não há nada que se compare.

  2. >Simão: feita a promessa pública! Prepararei, lá em casa, na primeira oportunidade – podemos combinar isso durante a cervejada em Campinas! – um bobó de camarão para você e Candinha. Beijo.

  3. >Jesusis Edu, morri! Senti o gostinho delicia do lado de cá do micro.

  4. >Estava esperando uma receita para fazer com Bruno no domingo e já descobri: bobó de camarão! Certeza que é maravilhoso, já testei todas as suas receitas e elas nunca falham! Edu, pela proporcionalidade, para duas pessoas devo usar quanto, mais ou menos, de camarão, leite de côco e azeite de dendê? Se puder me ajuda!Beijos…

  5. >Ô, Mari… divida isso aí por seis! Beijo.

  6. >Isso é covardia … Se possível, que tal uma receita de carne assada com batatas coradas?Abraços de seu leitor assíduo.

  7. >Também seria uma boa a receita da famosa lentilha carneada.Caio

  8. >Viu Edu, não sou só eu que te peço receitas. Tens que fazer um blog culinário. Huuu… Edu Sudbrack.

  9. >CARAMBA, TENHO PASSADO NO BUTECO E ELE ESTA FECHADO. DESDE O DIA DO BOBÓ DE CAMARÃO QUE TENHO CHEGADO EM CASA CEDO. MINHA PATROA TA ACHANDO QUE A PROMESSA (OU A MANDINGA) DEU RESULTADO.UM ABRAÇÃORAPHAEL

  10. >Um dos meus pratos preferidos, sempre quis fazer e não tinha uma receita de fé… até hoje. Beijos, obrigada!

  11. >Feito por aqui! Delicioso, delicioso! Obrigada, Edu! A próxima será a feijoada… Beijo.

  12. MariaCleusa Czeder

    Vou fazer o bobó de camarão do Edu amanhã, dos camarões que eu trouxe de Porto Seguro, senti firmeza e o gostinho gostoso nessa receita. Obrigado Edu.

  13. anne elizabeth monteiro de moraes miranda

    Adoro a sua forma de descrever o ritual de elaborar as receitas. AMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. Nayara

    Bom dia!! Que sobremesa voce sugere para esse prato? Obrigada.

  15. Graças Soares

    Oi Edu, acho que você esqueceu de pôr tomate no seu bobó, ingrediente que para mim é essencial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s