RISOTTO DE LIMÃO SICILIANO COM FILÉS AO MOLHO DE MOSTARDA, A RECEITA

Ontem, domingo, 09 de maio, juntamente com Leo Boechat, fez anos meu irmão, o Fefê. Eu, humílimo, propus a ele um almoço em sua casa, em Santa Teresa, bairro ainda devastado pelo efeito das chuvas do início de abril e ainda sofrendo revezes a cada chuva, como a de ontem, que nos fez passar boa parte do dia sem luz elétrica. O que não foi capaz, devo fazer a ressalva, de tirar o brilho do dia. Éramos três: eu, ele e Lina, minha cunhada. Subi a serra – todo tijucano é um romântico – por volta das 13h munido de minhas bolsas de palha com os ingredientes comprados pela manhã e com disposição para preparar um senhor almoço. E acho, sem modéstia, que – como diria Fafá de Belém – foi assim. As receitas que divido com vocês hoje são duas: risotto de limão siciliano com filés ao molho de mostarda. Vamos ao que é necessário (fiz para 4 pessoas já que valho por dois).

Para o risotto: duas xícaras de arroz italiano (usei o arborio), uma cebola, dois talos de salsão (aipo), dez folhas de hortelã, dois limões sicilianos, 1,5 litros de caldo de legumes, manteiga sem sal, gema de um ovo e meia xícara de queijo parmesão.

Para os filés: quatro filés bem altos, sal, pimenta do reino preta moída na hora, duas colheres de sopa de mostarda Dijon, duas colheres de sopa de mostarda à l´ancienne, uma colher de sopa de creme de leite, uma colher de sopa de manteiga sem sal, meia xícara de caldo de carne e óleo de milho.

Munido do copo fartamente servido de gelo e Red Label, mãos à obra.

ingredientes

Devo lhes dizer, antes, que pude tirar poucas fotografias eis que recuso-me, quase sempre, a usar o flash. E a falta de luz, que durou das 14h às 16h, quando foi servido o almoço, prejudicou as fotos do passo-a-passo. Mas a coisa é simples, prestem atenção. Vamos primeiramente à receita do risotto.

Ferva o caldo de legumes. Num processador, processe a cebola e os talos de salsão. Numa vasilha à parte, misture as 10 folhas de hortelã cortadas em tirinhas bem finas, a raspa das cascas dos dois limões e o sumo dos mesmos juntamente com o queijo ralado na hora e a gema do ovo. Numa panela de fundo grosso, aqueça o óleo e um pouco de manteiga em partes. Quando derretida a manteiga, despeje a cebola e o salsão processados. Misture bem, refogue e coloque o arroz. Mexa bem (e sempre!) até que os grãos de arroz começem a ficar transparentes nas bordas. A partir daí, regue com o caldo de legumes, concha a concha, não deixando o arroz secar nunca. Em torno de 15 minutos depois o risotto deve estar quase pronto, al dente. É hora de colocar o que está reservado na vasilha: o suco do limão, a raspa das cascas, as tirinhas de hortelã, a gema do ovo e o queijo. Mexa bem, apague o fogo, tampe a panela e estará pronto para servir quando os filés estiverem prontos.

risotto de limão siciliano

À receita dos filés. Numa vasilha à parte misture as mostardas, o creme de leite e a manteiga sem sal. Reserve. Numa frigideira também de fundo grosso, aqueça o óleo e sele os filés, bem altos (não esqueçam!), uns 4 minutos de cada lado. Salpique sal e pimenta do reino preta moída na hora e coloque-os no forno pré-aquecido. Com o fogo desligado, despeje o conteúdo da vasilha na frigideira, mexendo bem com uma colher de pau para limpá-la. Adicione o caldo de carne, mexa mais uma vez a fim de tornar o molho homogêneo e cubra os filés. Está pronto!

filé ao molho de mostarda

Seguindo dica do Max, o vendedor que me atende na BERGÜT do Centro, bebemos um tinto argentino portentoso, fotografia abaixo. Tentei ligar, durante o almoço, para o Moacyr Luz a fim de dividir com ele minha euforia com a descoberta. Ele não me atendeu, mas isso deixa para lá.

Zuccardi, Tempranillo, Mendoza, Argentina, 2005

Após o almoço, meu irmão acendeu um de seus puros e brindamos, ali, à arte do encontro e a graça da tarde. A ele e à Lina ergo o copo, daqui do balcão virtual do BUTECO.

puro Havana Até.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em comida

8 Respostas para “RISOTTO DE LIMÃO SICILIANO COM FILÉS AO MOLHO DE MOSTARDA, A RECEITA

  1. >Mas que diabos é mostarda à l´ancienne, Edu?

  2. >Diego: é o nome da bichinha mesmo. Uma viadagem que faz toda a diferença do mundo. Trata-se de uma mostarda especial preparada com grãos que são amassados de forma grosseira e envelhecidos em vinagre. É usada, com êxito, para dar um sabor alucinante aos pratos que vão bem com ela. Sacou? Sua irmã deve saber, com certeza! Beijo.

  3. >Edu, não tem uma receita de mocotó, não?Já que não existe a expressão "meio gay", essa receita é totalmente gay!Se eu for comprar estes ingredientes na feira perto da minha casa, na Penha, só devo achar o limão e a cebola. (risos)

  4. >Pois eu, Wander, pela primeira vez, traí o MUNDIAL da Matoso. Recorri a outro supermercado, bem mais fresco e mais caro. Um abraço.

  5. >Plagiando o Dinda, não sei o que é mais chato neste blogue, se as receitas, ou as explicações…

  6. >Mano Szegeri: o mais chato aqui – não precisa de dedos para dizer o óbvio – sou eu. Beijo.

  7. parabens..seu risoto tá maravilhoso..amo comer..amo fazer..tô levando sua receita…

  8. Pat

    Ainda não preparei, mas estou com água na boca! Acabei de preparar uma outra receita de risotto siciliano mas que não me deixou muito feliz não… A turma aqui gostou. Acho que vou preferir a sua, com filés! Adorei seu cantinho. Bjks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s