DANI

Eu já a conhecia há algum tempo, e eu já estava casado, quando ela foi passar uns anos em Londres. Por uma dessas coincidências que as evidências da vida mostram, com o passar dos anos, que não são exatamente coincidências, eu estava num bar, na Lapa, justo no dia de sua despedida do Brasil. Antes de ir embora, ela me entregou um cartão e disse:

– Se for a Londres, me procure!

Eu não fui a Londres. Mas em 1999, quase cinco anos depois, quando eu já estava separado, a reencontrei numa roda de samba em Vila Isabel, no aniversário de um amigo em comum, o Alfredinho, do Bip-Bip. Fui, confesso sem modéstia, um mestre na arte do cortejo. E eu não mentia, como vocês verão. Quando eu a disse que eu esperara muito por aquele encontro, ela riu como se estivesse diante da mais canalha das cantadas e disse:

– Sei…

Foi quando puxei da carteira o cartão que ela me dera cinco anos antes, na Lapa. Entreguei a ela e disse, de cabeça, o seu endereço em Londres. De mestre, não?

Começamos, ali, uma história que durou quase 12 anos.

Dani, a Sorriso Maracanã, apelido que foi dado por meu irmão de fé, Fernando Szegeri, foi oló na noite desse sábado, ontem, às 23h35min. Não cabe aqui – e jamais caberia – o relato de tudo o que vivemos. Foi muito, e foi intenso. Dani, a mulher que me ensinou a sorrir, enfrentou o câncer com uma dignidade que eu jamais supus ser possível. Aprendemos – e eu aprendi demais! – a fazer do dia-a-dia, desde o diagnóstico da doença, o último dia. Vivemos, com a intensidade que nos foi permitida, o amor na mais ampla acepção da palavra. Foi uma caminhada dura, que o câncer não dá refresco, e muito embora eu vivesse o drama particular entre as quatro paredes do nosso quarto, jamais – JAMAIS, com a ênfase szegeriana – a ouvi responder a quem quer que a perguntasse como ela estava, como ela ia, algo diferente disso:

– Melhor! Muito melhor! – e isso dito sempre com a moldura do mais luminoso sorriso que jamais se apagará em mim.

Escrevo agora, premido por uma saudade cortante, porque – como tantas vezes lhes disse – eu não poderia esperar o dia amanhecer sem agradecer a cada um dos que foram fundamentais e imprescindíveis para nós,  justo por conta do sentimento de gratidão que eu nutro por cada uma dessas pessoas que, seguramente, sabem que a elas me dirijo. Meus pais, alicerces sólidos da minha formação, sempre me ensinaram que eu fosse assim: grato por tudo de bom que me cerca. Não caberia aqui, também – porque foram muitos, graças aos deuses – dar o nome de um por um. Sei, e sei mesmo, que cada um sabe dessa minha gratidão, porque eu jamais deixei de dizer e manifestar meu mais sincero agradecimento por tudo.

Sou grato, inclusive, à Vida, essa dona caprichosa que nos pregou essa peça. A mesma Vida que a colocou em meu caminho. A mesma Vida que cuidou de chamá-la hoje pro Orum.

Cuido agora de mim e da saudade – sem tristeza alguma, creiam nisso. Sempre fiz do ânimo meu companheiro. E foi com ânimo que cantei pra ela, ontem à tarde, no quarto do hospital, justo porque ela me pediu:

– Canta pra mim…

“Sorri!
Ah, meu bem, sorri
Que o teu sorriso me ilumina
Amor, ah, meu grande amor
Juro por essa luz divina

Que o teu sorrir
É como raio de luar
A refletir
A mansidão do teu olhar

Meu Deus
Ah, meu Deus do céu
Conserve aceso esse sorriso
Ele é a luz de que eu preciso
Pra meu caminho iluminar

Luz de minh’alma
Chama que acalma
Que me incendeia sem queimar
Farol brilhando em alto mar
Salvando o amor de naufragar

Clarão de Lua, que se insinua
Pelos caminhos onde vou
Tamanha luz interior
Só pode ser amor…”

Esse samba, que ganhou contornos de “Tema para Dani” graças, também, ao Szegeri, era seu preferido (vejam aqui).

E como eu sou um homem de fé, um homem de festa, e como ela era festeira como eu, não cabe e não caberá tristeza por conta de sua partida. Dani, que foi bambear no infinito, como diz outro samba, não me perdoaria se eu não seguisse sorrindo, como ela me ensinou.

Meu amor e minha saudade.

137 Comentários

Arquivado em confissões, gente

137 Respostas para “DANI

  1. Ricardo

    Caracas Edu, sem palavras. Muita força! abs

  2. Evelin Mostafa

    Vou morrer de saudades de Dani, ela tinha me prometido irmos juntas à Atenas, mas não deu. Muita força Edu!!!

  3. Conheci a sua menina aqui no seu blog e aprendi a gostar dela como se a conhecesse.
    Desejo-te muita força e que você siga sorrindo… Como ela haveria de querer.
    Um abarço forte.

  4. Sergio

    Um forte e apertado abraço, Edu. Meus pensamentos positivos estão com você.

  5. Carlinhos

    Caro Edu,
    Força à você e aos seus e que sua Dani, de onde ela estiver, cuide para que você siga sempre festeiro e sorrindo.
    Forte abraço meu Camarada!

  6. Cristiano

    Meu irmão querido. Ela foi, sem sombra alguma de dúvida, uma guerreira. De onde ela estiver, estará sorrindo. Conte comigo pro que precisar, guerreiro. Beijo gigante.

  7. Edu, sei que suas forças vão se multiplicar.
    O meu abraço!

  8. a Dani, foi minha primeira professoa na Wise Up, sem falar um “Yes” dei de cara com ela no preparatório para o Básico. Ligada no 220v, não me deixava respirar. Sempre com aquele sorriso (de dar inveja) estampado no rosto, não conseguia (mesmo em uma dia que estava dando tudo errado) cruzar com ela nos corredores e abrir um sorrisão. E foi assim, durante meus 4 anos trabalhando com ela. E é assim que ela se manterá na minha memória e da minha esposa, que tece o prazer de conhecê-la e poder dizer que um dia conheceu uma pessoa fascinante como Dani.
    Edu, não nos conhecemos muito bem, nos viamos apenas em encontros da Wise Up, mas sei que tu és um guerreiro. Um forte abraço amigo. que a paz esteja com você e São Jorge conforte seu coração nesse momento.

    Meus sentimentos,
    Anderson Melo (kbça).

  9. Jorge Carvalho

    Ela se foi pra cantar para além do luar onde moram as estrelas …..
    Tristeza……
    Abraços Edu

  10. Próspero

    Gostamos muito de si Edu, sofremos com a partida dessa menina de alegria contagiante, que apesar da dor, adorámos ter conhecido.
    Queremos muito que saiba que cá de Portugal estamos com vossa dor e com amizade dando toda a força para que o “melhor sorriso de Maracanã” permaneça no éter e que as nossas orações elevem a sua memória.
    Tamanha luz interior, só pode (mesmo) ser amor, como diz a canção. o De Edu por ela, o nosso por vós..
    Cidália e Próspero

  11. marinildac

    beijo, Edu. continue se cuidando, amigo.

  12. Edu,
    Continue sorrindo e sempre lembrando do sorriso e da alegria dela.
    Lá de cima, certeza, ela sorrirá de volta! =)
    abraço e meus sentimentos – mesmo não o conhecendo

  13. Beatriz Fontes

    Edu, faço minhas as palavras que você me enviou em janeiro, quando da morte do meu marido. Sei bem que o momento não é fácil, por isso, deixo-lhe aqui minha solidariedade e deixar, como você fez, meu carinho e meu apoio. Abração.

  14. Aline

    Puxa, muita força para você.

  15. Dulce Oliva

    Meus mais profundos sentimentos, que Deus ilumine todos vcs que perderam essa pessoa tão linda!

  16. Maria Helena Ferrari

    Querido Edu
    Receba nosso abraço comovido.
    Que as lições de vida dessa menina iluminada nos façam a todos melhores daqui pra frente.
    Com o carinho de Maria Helena e Leal.

  17. Patricia Lopes

    Vou pedir pra minha avó cuidar direitinho dela, Edu… Pode deixar !!!

  18. Mariane Candido

    Muita, muita saudade!

  19. eduarda baptista

    Meu querido, não existem palavras para momentos como este…contudo o sorriso mora no nosso rosto quando lembramos quando vos conhecemos, e a Dani, essa menina de sorriso doce e contagiante cuidará de todos nós, e iluminará o nosso caminho.
    Para ti o nosso amor, amizade e força. Para a Dani as nossas preces e saudade…sentimento tão português!

    Beijo grande com muito amor,

    Eduarda, Eurico e Clarinha.

  20. Isabella

    Edu, que lindo!!! Estou sem palavras nesse momento, mas sinta nosso abraço carinhoso, mta força amigo, mta força, estamos com vc. Bjs Isa e Nato

  21. Diego Jörgensen

    Edu,

    Deixo meus sentimentos e desejo muita força pra você!

    Que Oxalá os ilumine, a você e a Dani!

    Diego!

  22. Fátima Machado (PeD Revisão)

    A Dani me treinou para me tornar professora da WUP e foi minha coordenadora regional. Quando soube que ela estava dodói, comecei a refletir muito sobre como muitas vezes reclamamos da vida ou não sorrimos pra ela ou não simplesmente não a vivemos (e por coisas tão pequenas ou sem importância)…Dani deixou essa mensagem, essa lição de vida por onde passou…Ela ensinou paixão, ensinou força, ensinou a sorrir pra vida, ensinou a acreditar…

    Que papai do céu conforte o seu coraçãozinho, Edu.

  23. Sempre terei vc no meu coração. Com seu belo sorriso e com sua brava luta, vivia todos os dias como se esse fosse o último. Lembro dos dias que só passa um radio para dizer, “Dani tem sol em ctba, bj grande” e eu ouvia “meu amor aqui tbem” e ela dava aquele sorriso….

  24. Sinto muito pela morte dela, estou com muita saudade, só vi a Dani uma vez, mesmo assim, sinto muito a falta dela de quando passeamos juntas, comemos pipoca e vimos um negócio que parecia uma baleia gigante e dentro era um cinema – Luna priminha 7 anos ( a Dani era assim, delicada no que era essencial…/ Dani e Beto .

  25. Leonor

    Edu, tenha a certeza que não acabou, ” A morte é a vida que começa com uma despedida’, e a lembrança dela e do amor de vocês te darão forças, pois vc. é um homem que pode dizer ‘ Amei sim, e fui muito amado e feliz’ . Isto é uma dádiva, uma benção.
    Onde ela estiver espera nossas orações e que você aos pouco volte a ser feliz.

    “Ao luar descansa meu caminhar ” é como está nossa querida Dani, minha irmã tb. em signo.

    beijos

    Leonor e Edmundo

  26. Lidiane Cuconato Pivetta

    A Dani foi minha amiga de infância… nos idos dos anos 70 e 80. A reencontrei no facebook meses atrás, e somente agora entendo melhor o motivo dela não ter compartilhado de meu entusiasmo por reencontrá-la e de nossos bate papos ( nós ex alunos do colégio Rosário )…
    “Sorriso Maracanã” é mesmo a melhor descrição dessa menina incrível… que através de seu texto, percebo que se manteve a mesma de 30 anos atrás… vai com Deus, querida. Vou adorar saber mais de você, através desse blog.

  27. Renata Werneck

    Edu querido! Um abraço dos mais apertados e um beijo muito carinhoso.

  28. Comovente e desejo tudo de melhor para vc.

  29. Bruno de Aquino Parreira Xavier

    Caro Edu….
    Sinta-se abraçado.
    A dor da perda é é imensa, é um escuro sem fim (sei disso e vc deve saber também), mas as lembranças sempre continuarão iluminando a “sua sorriso maracanã”
    Vc não me conhece, embora eu sempre passe por aqui e volta e meia deixe um recado. Por isso posso dizer que te conheço. Tanto é assim que o relato – talvez somado as circunstâncias que estou vivendo – teve a capacidade de me emcionar. E muito!!!
    Força neste momento !!!

  30. Bruno Chagas Correia

    Um forte abraço Edu.

  31. guilherme zachi

    Força, meu camarada! bj,guilherminho

  32. Gustavo

    Edu, sou amigo da Dani de Volta Redonda e a reencontrei contigo, depois de alguns anos, numa dessas rodas de samba da vida. Força e luz! Abraço

  33. um vazio longo…uma memória eterna ..um sorriso do tamanho do mundo..uma lição de amor a vida…rabiscos:borboletas e flores …exalando seu perfume…de gente que faz a diferença…

  34. Angela Serafim

    Eduardo,
    Acabei de saber da notícia pelos posts de amigos no Facebook. Sou professora do Wise Up centro e tive o privilégio de cruzar pelos corredores muitas vezes com esse sorriso cativante que te cativou. Hoje, impossível não sentir saudade! Prefiro acreditar que ela não perdeu essa batalha, mas que Deus achou que ela já tinha feito o possível para merecer descansar em paz e a chamou para iluminar com seu sorriso o céu!
    A você e a todos os familiares, meu carinho. Descanse em Paz, querida Dani Pureza!
    Angela Serafim

  35. Natasha

    Edu, meu coração está muito apertado, é difícil imaginar que ela não esteja mais aqui. Mas uma coisa é certa, ela viverá para sempre em nossos corações e a imagem do sorriso ela é sempre uma fonte de inspiração. Um beijo imenso pra você e para todos da família,

  36. ricardo dias

    Meus pesames….

  37. Cristina Floreste

    Edu, lamento! A saudade não termina … mas a dor amaina!

  38. Juliano

    Edu, grande abraço.

  39. Apesar de não conhecê-los pessoalmente, fiquei triste. Um abraço carinhoso aqui de São Paulo. Fique em paz. Você e ela.

  40. Edu, meu querido amigo,
    Carla e eu te desejamos toda a força para superar a dor e a saudade que somente a ausência de uma pessoa tão querida e especial podem trazer. Saiba – se é que já não sabe – que estaremos à disposição para o que for necessário. Um forte abraço, André

  41. Vavo Krieck

    Ah, meu querido….

  42. Glaucio R. Santos (Wise Up e P&D)

    Conheci a Dani quando ela assistiu a minha aula final do treinamento de professores da Wise Up com a Mylene… Atenta a cada detalhe da metodologia, mas me saí bem e ela me deu um feedback com muita qualidade e embasamento! Grande profissionalismo e comprometimento! Fiquei muito feliz…
    Logo após, me apresentou a Wise Up Centro, incluindo o espaço e as pessoas. Eu nunca havia tido uma recepção tão legal e atenciosa em um novo emprego.

    Lembro de ela ter ficado feliz por eu ter começado a trabalhar na Revisão do P&D em uma destas andanças do dia a dia que sou grato por ter ficado na minha memória…
    Nas poucas vezes que estive com a Dani, o seu sorriso e palavras carinhosas animaram dias difíceis. Me recordo bem…

    Que Deus esteja contigo sempre, Dani, e parabéns pelo texto, Edu! Tenha certeza que sempre será lembrada…

    Abraço…

  43. Mayenne Tannús

    Muita força pra você, Edu, grande companheiro e esteio dessa grande guerreira, mulher de grande fibra e determinação, admirável em sua luta incansável contra essa surpresa cruel que a vida lhes trouxe. Uma das pessoa mais alegres e positivas que eu já conheci, sempre confiante, dona de uma energia contagiante e que fazia tudo com muita paixão. A lembrança de seu sorriso irradiante estará sempre em nossas memórias, e vou me lembrar dela sempre assim, pois foi sempre assim que eu a vi…feliz, com um grande sorriso nos lábios. A saudade ficará sempre. Muita paz pra você e para ela, que tenho certeza, está lá, no meio das estrelas. Grande beijo.

  44. Claudio Renato

    Pela primeira vez na minha história, torci para o Flamengo vencer o Fluminense. Sem-jeito-mandou-lembranças, não sabia como rezar, fazer alguma coisa para consolar meu querido Eduardo Goldenberg, Eu amo você, querido!

  45. Cristiane

    Edu,
    sempre leio seu blog, vc escreve muito bem, vou montando a cena na minha cabeça e rio muito do seu modo de observar as pessoas. Hoje me emocionei. Vc me ensinou que nada como aproveitar a vida com as pessoas que amamos, que linda a estória de vcs.
    grande abraço e muito axé,

    Cristiane

  46. caíque

    edu, um abraço amigo daqui de niterói.

  47. Luciana Cavalcante

    O sorriso… Ah que sorriso… Queria conseguir conter as lágrimas mas não consigo… Mas as lembranças, elas vão ser as melhores, as mais lindas..
    Edu, os laços mais verdadeiros são ligados pelo coração, não pela distância física. A Dani esta aqui e sempre estará… bem guardadinha no coração de cada pessoa que teve a alegria e o merecimento de conhece-la. E para vc meu grande amigo, toda a força e admiração.
    Linda, contagiante e emocionante Declaração de amor!!

  48. Força parceiro, porque a saudade dói. Mas tenho certeza que Dani ficará feliz em vê-lo bem.
    Um abraço apertado!

  49. Vanja Dakic

    I am so sorry for your loss! You have my deepest sympathy!!!
    Vanja

  50. ACarlos

    grande abraço EDU…muita força

  51. Ju

    Um ‘sorriso maracanã’ nunca morre. Nunca!
    Um abraço, amigo! Fica forte e fica bem 😉

  52. marianna

    Caro Edu,

    Li, entrestecida, seu último texto do blog e escrevo, como muitos já fizeram – pelo twitter ou na caixa de comentários -, para transmitir meu apoio e sentimentos.

    Sou sua leitora há bastante tempo e três coisas sempre me atraíram em seus textos – apesar de muitas vezes discordar de suas polêmicas: as boas recomendações musicais; as boas recomendações etílicas e alimentícias e finalmente, o amor, admiração, carinho que vc devota aos seus (pais, irmão, amigos, e “sua menina”) sempre numa prosa muito prazerosa de ler e bastante emocionante. Por esta razão me senti tentada a te escrever.

    Conheço bem a saudade cortante daqueles que se vão antes de nós, ainda que nem de longe possa dimensionar o que vc sente hoje. O que eu tenho para te dizer é que essa saudade jamais passará. Só gostaria de desejar que ela jamais se transforme em tristeza e que sua vida possa seguir seu rumo, firme, com alegrias, ainda que sempre acompanhada da saudade.

    Um abraço fraterno. Espero que vc fique bem nos dias que se seguirão.

  53. rita

    Edu, te vi poucas vezes, mas convivi muito com a Dani entre os anos de 2000 e 2002, antes de deixar a coordenação e passar a ser Franqueada em Niteroi.
    Sua declaração de amor tb me levou as lagrimas, e admiro tua força. N consigo deixar de achar mto injusto pessoas jovens, boas e enteligentes terem q passar por isso, e ir embora tão cedo. Mas quem sou eu pra achar, né? Vc está muito mais iluminado do q eu, q bom! Meus sentimentos e paz no coração.

  54. Hérica Rodrigues

    Conheci a Dani há uns 8 anos, fazendo pós na Cândido Mendes. Éramos da mesma turma, e com sua alegria imbatível e força de viver conquistaram minha amizade e meu carinho. Acabada a pós, cada um tomou seu caminho. Como nada é por acaso, um belo dia fui fazer uma entrevista num curso que nem tinha colocado o nome no jornal, para descobrir que a coordenadora de lá era a moça de discurso tão apaixonado pelo lugar onde trabalhava. Por causa dela, hoje trabalho nessa empresa há quase 7 anos. Foi uma honra conhecer e estar um pouco ao lado da Dani, e meu coração pede a Deus que seu caminho esteja iluminado. Deus te abençoe, Edu. Vou orar por você também. Todo meu carinho.

  55. Nesses momentos, não há muito o que dizer! Muita luz para vocês dois.

  56. Cris

    Força Edu. Saiba que sem ela minha vida hoje seria diferente e meu sorriso menos iluminado. Keep shining.

  57. Caro Edu, deixo aqui nossos sinceros sentimentos, meus e de minha Fernandinha. Muita força para seguir vivendo a tal Vida a que você se referiu em seu (belíssimo) texto. Viva intensamente, e continue exatamente do jeito que você é. Não tivemos o prazer de conhecer a Danielli, mas temos certeza – como você também deve ter – de que é isso que ela quer. Afinal, é o desejo de todos que, em maior ou menor grau, te conhecem. Axé!

  58. Eduardo Carvalho

    Edu, meu amigo MUITO querido… Força. Um beijo muito grande!
    Estou viajando, mas quero estar com vc logo, logo.

  59. Nadja Grosso

    EDU
    O retorno ao mundo, à dimensão espiritual ocorre por ocasião da morte. Iku, a morte, símbolo masculino associado ao mito da gênese do ser humano, restitui à terra o que lhe pertence, agindo pois, como instrumento indispensável de restituição e de renascimento.
    Òrun Rere – o bom lugar para aqueles que foram bons durante a vida,
    Òrun Àlàáfíà – o local de paz e tranqüilidade.
    Amigo que OXAGUIÃ (valente e jovem guerreiro, associado ao silêncio) seja uma constante em sua vida
    Te amo. Tia Nadja

  60. Marcelo

    Forte abraço!

  61. Andreia Costa

    Sem palavras vc disse tudo muita forca e que Deus lhe ajude a seguir sorrindo. Dani foi e sempre sera uma mulher iluminada!

  62. Felipe Bezerra

    Forte abraço fraterno e de todo solidário, meu amigo!

  63. Adriana Guedes Feres Villela

    Edu,
    Infelizmente não tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente.
    Sou amiga de infância da Dani. Estudamos juntas do pré primário até tomarmos rumos diferentes quando saímos do ensino médio.
    Sempre a admirei muito. Pessoa extremamente alto astral e exemplo para todos.
    Nos reencontramos na Wise Up. Trabalhei em Volta Redonda e depois me mudei para BH e trabalhei na WU de bh tb, onde nos encontramos por duas vezes em visitas dela a unidade.
    Sempre falou de você com um carinho imenso e não me esqueço quando em uma de suas visitas a BH, ajudei-a a esolher um barril de pinga para você, no famoso Mercado Central de BH.
    Sinto não ter convivido mais com ela.
    Te desejo muito conforto na certeza de que ela está maravilhosamente bem.

  64. Renato Grassi

    Força Edu. Apesar de não nos conhecermos pessoalmente, estamos, virtualmente, sempre na mesma mesa de bar.. Forte abraço.

  65. Um grande abraço. Daqueles que demoram o tempo que precisar.

  66. wanderson

    Força Edu, forte abraço e que Deus conforte o seu coração.

  67. Israel Vieira

    Muita força Edu, mas, como você mesmo disse, cuide-se sem tristeza alguma. Você é um abençoado. Abraços

  68. ” Só quero agora ver e passar pela porta do Éden…
    E tomarei a barca…
    barca do silêncio, da paz, do dever cumprido…
    há brumas…
    onde os sonhos de ouro moram…
    Sim, quero voltar à pátria…
    que é magia, esplendor…
    Agora anseio voltar para a casa e para as névoas…
    névoas de bençãos , de onde eu vim…

    lá, distante… onde os sonhos de ouro moram…”

  69. Daniel A. de Andrade

    Edu, acabo de ler seu e-mail. Estive viajando e voltei agora.
    Desde aquele nosso encontro no Centro, ao mesmo tempo em que notei em seu rosto a marca de uma saudade já antecipada, vi como um grande homem deve se portar diante de algo (não sei como classificar o que é isso) como o que você passou. Sua dignidade, a dignidade da sua – eternamente sua – menina Dani de sorriso aberto e sincero, são um exemplo do que é, verdadeiramente, a vida, e como ela deve ser vivida e seus mais tortuosos caminhos e surpresas.
    Um abraço forte e apertado, com o carinho deste grande admirador seu; você é um homem raro e eu tenho um puta orgulho de ter lhe conhecido e ter a liberdade de conversar e lhe abraçar quando estamos juntos. (Tomara que possamos estar ainda muitas vezes)
    Daniel
    P.S.: A Clarice ficou muito emocionada com a notícia, e pediu que eu lhe transmitisse a sua solidariedade e um beijo com afeto.

  70. Rita Valente

    Que a “Luz Infinita do Universo” que a a transformou numa estrela brilhante, ilumine agora, sua caminhada, em nome do amor que viveram.
    A oportunidade de encontros como o de vocês, é merecimento para pessoas especiais, para poucos…
    Parabéns por ser a pessoa que é. Por isto que acredito no ser humano.
    Abraços,
    Rita

  71. Seu amor é comovente.

    Eu, que tenho tanto medo de amar e perder, sinto-me mesmo muito fraca diante da sua força – que exemplo! Vejo que estou perdendo o há de melhor por pura covardia. Obrigada por me abrir os olhos, por ser tão generoso nesse momento de perda.

    Espero que você fique o melhor possível, que ela esteja sempre com você.

    Um abraço muito forte, cheio de gratidão e de fé na vida, Manoella.

  72. Renata Curi

    Edu,
    quando contei que a “Dani foi oló” ouvi, de quem só conhecia o Edu escritor: “A sorriso maracanã?”
    O sorriso da moça transbordou para além das paredes do quarto assim como o seu amor por ela. E é o que espero que você acolha nesse momento de dor: Um abraço apertado com todo amor que ela despertava em nós.
    Renata

  73. Elaine

    O que posso dizer? Um forte abraço Edu.

  74. ana paula alves moreira

    Eduardo, sua homenagem a Dani confortou um pouco meu coração. Eu também sou uma das amigas que estudou com a Dani do pré-primário ao terceiro ano em Volta Redonda. Você pode imaginar, o que são 20 anos longe de uma amiga e ter a sensação que a vi todos esses anos? Ela era um ícone da nossa escola, tinha uma gargalhada que eu sempre imitava… Era lider de turma e nós a amávamos pelo seu jeito doce de encarar a vida. Agradeço por você ter tornado a Dani mais feliz ainda ao longo da vida. Um abraço.

  75. Edu, trabalhei com a Dani na Wise4U, ela foi minha guia, mulher de uma força marcante, força nas palavras, força nas ações. Aprendi muito com ela, e ainda bem, tive a oportunidade de enviar um email à ela dizendo tudo o que ela significava na minha vida profissional. Linda sua homenagem, e te desejo força, que a força dela te inspire sempre! E o sorriso, dela, ah, esse sim, viverá para sempre na memória de quem a conheceu. Abraço forte em você cara!!

  76. Rafaela

    A Dani fez parte de uma epoca feliz, da infancia, da adolescencia e com certeza marcou a vida de muitas pessoas por aqui, nesta passagem. Depois de alguns 20 e poucos anos ainda tenho a lembrança da figura dela nos corredores do colegio, sempre com sorriso radiante. Espero que Deus a receba com muita luz e paz. Fiquem com Deus.

  77. Vavo Krieck

    Tenho pensado e lembrado os momentos marcantes na minha vida causados por, ou dos quais essa menina espevitada participou.
    A espera infindável na sede do Ometz Group quando recebi uma ligação dizendo que Dani Pureza queria me ver na Matriz às 20:00… vinha pelas mãos dela o convite para ser o coordenador do Batel, então a maior escola da rede.
    Do jantar no Pamphyllia, já coordenador, quando perguntei a ela se podia chorar por não estar aguentando a pressão. E ela do meu lado… Segurando minha mão.
    De quando a visitei depois de sua primeira cirurgia. O corpo franzino, e a mesma voz forte, animada, elétrica. Fechava meus olhos e era a mesma Dani de sempre. Jamais houvera visto algo assim.
    Na alegria de poder ir ao Encontro Nacional em Engenheiro Passos… da sua alegria e lágrimas ao vibrar com ela essa conquista. Aquilo fui muito mais do que um simples encontro, foi uma vitória!
    Quando fomos a NY ano passado. E ficamos os dois em casa, pois Sérgio havia saído. Bebemos todas as cervejas possíveis, discutimos a vida, a doença, choramos, rimos, e terminamos eu preparando um banho quente de banheira para ela com muita espuma, como ela gostava! Pedindo para eu tirar foto dela, e perguntando se não estava com “cara de bicho de goiaba”!
    E na semana passada, quando nos falamos pela última vez… Disse que iria mandar mais protetor solar para ela, e ela preocupada com minha cunhada (irmã de Tadeu) que está na mesma luta: “Dê a ela, ela não está precisando?”
    Me chamava de “urso”, e sempre saía com alguma pergunta que ia direto ao ponto, sem rodeio, e que jamais alguem se preocuparia. “Como está tua relação com a tua sogra?”, disparava.
    Essa era a Dani… minha amiga querida.
    A voz dela sempre aparece nos meus pensamentos.

    Que ela possa ser bem amparada pelos nossos amigos espirituais, que tenha discernimento, e que aceite essa nova etapa com resignação,
    Daqui, ficam nossas orações por vocë e por ela.

    Se precisar de algo, estou por aqui, meu querido.

  78. Ciça Oliveira

    Tive poucos momentos com a Dani, pequenos, mas de pura inspiração. Sabe aquele tipo de Guerreira que conquista com seu sorriso todo mundo na empresa, sem fazer um míniimo esforço? Foi assim que a conheci este exemplo de mulher e me encantei pela sua luta, pela força , pela alegria que contagiava a todos a sua volta.
    E é esta mesma força que tbém te desejo hoje Edu, que a força dela continue nos inspirando juntamente com aquele sorriso incrível, que deixará muitas saudades…
    Muita luz querido!

  79. caíque

    Edu, um abraço sincero desse flamenguista aqui. Força, irmão.

  80. Tássia

    Dani é responsável por grande parte do que sou hoje… seu sorriso iluminado sempre me deu coragem para seguir em frente nos momentos difíceis. Tenho certeza que ela está num lugar tão iluminado qto o seu sorriso.

  81. Um abraço apertado, Edu! Ela está com você.

  82. Marcia Frantz

    Agradeço muito pela Dani ter entrado na minha vida e por ter deixado eu fazer parte da dela. Junto com ela conheci um Rio de Janeiro que não fazia parte de mim e que hoje não sei viver sem… e sem ela, a Dani, vou ter que aprender a viver sem! Amor, Edu, muito amor!

  83. Bruno Quintella

    Edu, querido, muita força pra ti. Estou aí segurando a sua mão, amigo. Beijo carinhoso.

  84. Edu, nossos sentimentos. beijo grande! Força! Tatiana, Pedro e Joana.

  85. Cláudio Menezes

    Meus sentimentos e muita força!

  86. Edu,

    Que se erga o copo, na mão e pro alto, pela Dani, do alto do banquinho imaginário e diante do balcão, como nos vens mostrando ser das melhores formas de celebrar a Beleza.

    E foi Belo esse momento abençoado em que a Vida, essa tal, cruzou os nossos caminhos, para que não mais de separassem.
    E lembro-me do quão impressionada fiquei com o Sorriso Maracanã.

    Ocorreu-me de imediato o poema do grande Eugénio de Andrade, que mais tarde partilhei convosco e que aqui repito, em singela homenagem a esse Sorriso:

    “Creio que foi o sorriso,
    sorriso foi quem abriu a porta.
    Era um sorriso com muita luz
    lá dentro, apetecia
    entrar nele, tirar a roupa, ficar
    nu dentro daquele sorriso.
    Correr, navegar, morrer naquele sorriso.”

    E era assim, o Sorriso da nossa Dani.
    Um mar, uma imensidão! E assim continua a ser.

    E como já cantava a Bethânia:

    “Luminosa manhã
    Tanto azul tanta luz
    É demais para o meu coração”

    Como é e será sempre demais para o meu coração, constantemente emocionado com o vosso Amor, Tu, a Dani, Nós, a Teia.

    Amo-vos!

  87. Fabiana

    Olá! Estudei com a Dani no Rosário em Volta Redonda e perdemos o contato, fiquei sabendo através do grupo no facebook e apesar de tanto tempo, sinto um grande pesar por sua perda e me alegro em saber o quanto ela foi feliz!! Lindas as suas palavras e o seu sentimento!! Muita força prá vc! Um abraço, Fabiana.

  88. Rodrigo Medina

    Edu, é verdade que não te conheço assim como não conhecia a Dani, desculpa pela intimidade. Conheci teu blog através de uma procura no Google de lá pra cá não parei de ler nunca mais. Foram textos que levaram a lagrimas, mas nenhum como este. Aprendi muito contigo, lições que levarei para vida – lições de amor, afeto e amizade. Daqui da terra da Garoa te mando um abraço apertado e meus lamentos. Lhe desejo sorte para com a vida. Espero encontrar contigo em breve para passar-te minha admiração. Um abraço

    U

  89. Luciana Barbosa de Carvalho

    Eduardo,
    Estudei com a Dani no Rosário em Volta Redonda e fizemos ginástica com a tia Rachel juntas também.
    Apesar de não termos mais contato,fiquei muito triste com o que aconteceu.Imagino o que vc está sentindo.Perdi uma filha com 1 ano e 3 meses de morte súbita e logo depois o melhor amigo de minha vida,meu pai.
    Mas a saudade e o exemplo de vida deles me tocaram para frente.
    Tenha certeza que a Dani ficou com saudade do lugar de onde veio,o Céu e para lá retornou para junto de Deus.
    Como dizia Guimarães Rosa: “As pessoas não morrem,tornam-se encantadas.”
    Muita paz e aceitação.
    Luciana Barbosa de Carvalho

  90. Vera Mello

    Meu amigo querido,
    Estava na Festa Literária de Paraty e não pude estar perto de vocês nesse momento tao difícil. Quando liguei pra Maria para saber dela e fiquei sabendo que tinha ido pra casa, achei que a passagem nao se daria esta semana. Lamento por isso, pois gostaria de tê-lo abraçado. Deixo aqui o meu carinho e a minha solidariedade . Seu texto está comovente e eu conheço a verdade profunda dele. Dani era muito especial! Vocês eram especiais! Prossiga mesmo com alegria , pois temos certeza que ela gostaria disso.
    Beijo pra lá de carinhoso .
    Verinha Mello

  91. Mônica Pureza

    Edu, você também enfrentou tudo com muita dignidade, força e um amor incondicional pela Dani.
    O sorriso dela agora estará dentro de cada um de nós!!!!
    Carinho e força,
    Monikelvis.

  92. Meu Deus que dor! Na boa , não aguento mais ver isso..
    A primeira vez que entrei no Hospital Mario Kroeff para a retirada de uma parte do meu câncer,resolvi visitar o setor infantil, ali encotrei a enfermeira do meu setor que me fez a seguinte pergunta? – Já visitou algum hospital de câncer em sua vida ??? respondi: – Não, primeira vez.
    Ela em seguida disse uma frase que jamais esqueci…Desde 2003…
    – Que pena, que o motivo que lhe trouxe foi a sua própria doença.
    Dali por diante , me cuidei e faço acompanhamento e como até o momento estou viva , achei que todos também podiam curar, sempre achei isso, Mas infelizmente não foi verdade, já estive ao lado e e lutei muito no mesmo hospital por tres familiares meus que faleceram.
    Quando ouvi a primeira vez sobre o câncer da sua Dani, tive a mesma sensação de que ela iria superar e orei muito por ela, como orei pela Dilma, e por outros vários pacientes que conheci no Hospital e na caminhada pela cura.
    Hoje mesmo sem conhecê-la choro amargamente por ela, por ter a nítida sensação que perdi mais uma vez.
    Só me resta orar por ela, desculpe-me se não era isso que eu deveria escrever neste momento, mas é só que consigo. Forte abraço.

  93. Mônica Machado

    Imaginei, desejei mesmo, que sua menina vencesse esse câncer; mas foi diferente, e sua Dani venceu pela canção, pelo amor e pela vida que teve. Ler você sempre emociona, entre a felicidade e a dor. Acho que nunca, com a ênfase de sempre, sua Dani deixará de sorrir. Nesse mesmo dia tivemos aqui em casa um presente, nasceram os filhotes de minha cadela, Safira, foram sete, lindos, perfeitos e fortes. No dia em que eu puder, darei em ti o abraço que o mundo virtual não permite. Cada um de nós, seus leitores, deve ter por ti o coração cheio de amor. Beijo, Mônica.

  94. Amigo,
    estou aqui no trabalho em lágrimas.
    A história de vcs foi – É! – simplesmente linda.
    Eu sabia, há tempos, q ela estava dodói, mas sempre achava q ia melhorar :/
    Eu achava q tinha conhecido vcs – já juntinhos! – no Estephanio´s, o primeiro. Porém, lendo aqui q vcs se conheceram num aniver do Alfredinho, penso que talvez tenha sido antes, pq eu fui a vários anivers dele no Clube Maxwell.
    Sempre que encontrava vcs, sobretudo no comecinho do samba na Folha Seca, qd ainda era meio q um “segredo” estavam ambos muito felizes.
    Se essa vida continua, vcs ainda tomarão muitas cervejas lá no alto. E lá no alto com certeza estão sempre geladas.
    Um grande abraço 😦

  95. Querido Edu,

    Meus sinceros sentimentos.

    Um forte e fraternal abraço!

    Roberto Fraga Jr

  96. Paulo Patricio

    Caro Eduardo,
    Lí entristecido este post, e sinceramente custa a desatar nó em minha garganta e o aperto no coração pela lamentável notícia. De toda forma desejo que voce se mantenha firme e com a necessária força para tocar a vida, buscando nas lembranças boas e no apoio dos próximos o calor e a energia para o lume de nossas almas. Paz Profunda à Dani e a todos nós.
    Abraços Fratenos. Paulo Patricio

  97. Patrícia

    Edu, um beijo. O maior sorriso do mundo não sai da lembrança. E que não saia jamais aquela alegria contagiante pela vida, que poucos, muito poucos trazem dentro si. saudade.

  98. Dodô

    vai com deus minha querida. sua história aqui na terra está escrita com muita alegria.

  99. Marly e Jair Bcha

    Edú,
    Linda a sua mensagem sôbre a nossa querida Dani. A imagem que guardaremos dela é daquele sorriso Maracanã, como você se referia a ela. Mesmo quando já estava sofrendo pela doença, não deixava transparecer alguma mágoa ou mau humor. Ao contrario, sempre transmitia aquela beleza e simpatia. Lembramos com muito carinho e já com saudade, da última vez que voces dois estiveram aqui em nossa casa e passeamos no Parque das Águas. Temos a certeza de que ela, pela pessôa que foi entre nós, está hoje contemplando a face de Deus.
    Com muito carinho e orações por ela, Marly e Jair

  100. Dani, Beijo, aquele chopp com o Edu fica pra depois amiga. Edu força e um abraço no coração!!!

  101. humberto(maceió)

    caro Edu;
    Nada nessa vida acontece por acaso, creio que vc sabe disso.Que Deus e tds os nossos protetores continuem a te guiar e iluminar, pois se a tua Dani tem – sim ela continua tendo – o sorriso maracanã, vc tem a alma tão pura quanto um sorriso de criança. Fica com Deus!
    ps.: é interessante, mais parece que já te conheço de muito cara! um forte abraço no seu coração!

  102. Cecilia Baeta

    Conheci Dani quando coltava dos Estados Unidos e procurava encontrar um lugar ao sol brasileiro. Foi na Wise Up Centro, um treinamento para profs em 2000. Dani era a Coordenadora e me deu a honra de me escolher de cara para fazer parte do seu time. Desde aí foi responsável por todos os passos que dei dentro do Grupo, me deu forças, me ensinou, me deu broncas como omente ela sabia fazer, edificando a gente, fazendo com que nos sentíssemos melhor do que realmente éramos. Quem conheceu a Dani, quem trabalhou com ela, quem esteve sob o seu comando, sabe que todos sempre sentimos orgulho disso. Ela sempre me fez fazer o melhor, sabe porquê?? Por que ela merecia, porque eu não queria que ela se decepcionasse comigo, porque ela era uma dessas pessoas que fazem a gente dar o nosso melhor, com vontade, com carinho, com excelência. Amiga, faz alguma tempo a última vez que estive com vc, olhando e recebendo a Luz que emanava do seu coração e do seu sorriso Maracanã. Soube ontem que voce se foi… que seu sorriso nos deixou para ir brilhar em outra dimensão. Estou muito triste, mas tenho a certeza que onde quer que voce esteja, está cercada de amor, de Luz e de espíritos amigos que vão lhe proteger e guiar nesta sua transformação. Continue bela, amiga. Continue espalhando Luz por onde quer que voce vá. Que a sua inteligência, seu carisma, seu amor e seu sorriso continuem brilhando, hoje e sempre.
    Edu, embora não tenhamos tido muito contato, e acho até que vc não vai se lembrar de mim.(nos encontramos há muito tempo, no tempo do Boteco na Tijuca), quero deixar aqui o meu abraço. Muita força no seu coração.
    Um grande beijo,
    Cecilia Baeta

  103. Gustavo Mehl

    Edu, peço licença.

    As minhas lágrimas quando li sobre a morte da Dani – eu que sou apenas mais um que já esbarrou contigo em algumas rodas, mas que nunca te dirigiu a palavra – as minhas lágrimas talvez se expliquem pelo fato de que nós, leitores, acabamos vivendo um pouco desta Tua História através das páginas deste teu buteco. É coisa rara: são poucos os escritores que me convencem a embarcar em uma comunhão deste tipo.

    Gosto do seu olhar para os pequenos causos que acontecem a todo momento, nas esquinas e nos botequins. Gosto muito do jeito divertido – e por vezes irritante! – com que destilas tua intransigência com certas mesquinharias. E adoro as muitas críticas a estes tempos nossos, em que o afeto e a sinceridade perdem espaço para qualquer novidade vazia.

    Mas, sem dúvida, o que mais me toca no blog, o que mais me motiva, me enternece e, em vários momentos, me dá lições importantes, é o amor e a lealdade que tens com teus familiares e amigos. E que tens com Dani.

    Por tudo isso venho aqui enxugar as lágrimas e te mandar um abraço agradecido, feliz pela beleza da vida, pela beleza da Dani e da história de vocês.

    Muita força, sempre.
    Gustavo Mehl.

  104. Putz, sem palavras. Nao a conheci pessoalmente, mas sempre sorri todas as vezes que vi o seu sorriso nas fotos que voce publicava aqui. Sinto muito. Ela está em paz, e sorrindo no céu agora.

  105. Querido Edu,
    Daqui da Inglaterra, onde a Dani tambem abriu portas e coracoes com o seu sorriso,eu escrevo com saudades e admiracao.
    Ela ja deve estar encantando em outras dimensoes e olhando com orgulho e amor por voce.
    Esperamos muito por ela aqui em outubro passado no seu aniversario data q nunca vou esquecer…agora ela se foi minutos antes do meu, no dia 10 de julho.Vou sempre honrar a passagem desta mulher linda na minha vida.Um ensinamento ter a conhecido e a ver passar por momentos tao dificeis com tanta dignidade.
    Beijos com carinho p voce, com quem uma so vez dividi uma cervejinha na praia mas que parece conheco bem so por ouvir pela Dani.Amor p Dani que eu sentia muito nao poder ver mais frequentemente “alem mar” e que agora esta mais alem.Mas quem sabe tambem mais presente do que nunca….
    Leticia
    (uma das “Brazilian Nannys” dos Lillingstons)

  106. Fernão Vale

    estou em prantos. chorando muito mesmo. não tinha entendido seu tweet, o do oló, dias atrás. só entendi agora. que história linda. um abraço sincero. obrigado.

  107. Emerson de Paula

    Abraço.

  108. Dani oh Dani darling, we will miss you so much, the sunniest smile ever, the joy for life we got touched by as you showed so much love and gave us all the golden touch of your laughter and caring. we will miss that voice ! we will miss that gentleness, we will miss one of our extended family, we were so lucky to know you and have you in our life, so are you Edu too, part of the Lillingstons and the Nanny gang who enlarged our family and made us feel so protected and so cared for. Dani, Dani now you are dancing with the stars and we are dancing with you too, we love you and we will be forever together ! so Edu now you have to come and visit us here in the UK to remember happily, we’ll celebrate Dani’s life all together. bisous forts , XXXXXOOOOO Cat, Hugh, Jasper, Tristan & Mia Lillingston

  109. Alex Justo

    Dani! Fica na lembrança as conversas intensas, a sua sabedoria em dar conselhos e as divertidas conversas nos jantares feito pelo Edu. Dani, simpática, alegre, feliz, conselheira e acima de tudo amiga.
    Edu, sei que o momento não é fácil, mas sei também que você tem tentado ser forte para viver como a Dani gostaria. Aquele apoio que sempre dei continua e estarei sempre presente. Eu choro, porque é inevitável a dor e a saudade!!! beijo grande

  110. Que bela homenagem.
    Lindas palavras.

  111. Palavras de emoldurar. Grande abraço,

  112. dani, sorri linda daí, que eu sorrio daqui. voamos no mesmo momento. você pra virar estrela e eu de volta pro brasil varonil. sorria sempre aí, pra deixar nossas vidas mais bonitas.

    =^*

  113. Eduardo

    Grande Edu.
    Nessas horas não há muito a ser dito. Apenas que tenha muita força.
    Seu depoimento, como sempre, foi emocionante.

  114. Cristina

    Edu,
    Você sabe, o meu amor por vocês dois, foi amor à primeira vista!
    Um beijo enorme.
    Cris Cretton

  115. meu caro Edu:
    A vida nos apronta essas e não somente uma vez.
    Fiquei viúvo do primeiro casamento e do segundo tenho um filho lindo, 17 anos, um dos motivos da luta insana de continuar remando contra as marés.
    Dia 13/06 perco minhã mãe, que comigo morava. Me resta o pai, eu e ele vivendo juntos numa casa cheia de quartos vazios.
    Mas como ainda tenho (temos, viu!) alguma lenha para queimar, toco o barco.
    Força e cabeça erguida.
    Abracitos brauruenses do leitor de seus belos textos
    Henrique Perazzi de Aquino, http://www.mafuadohpa.blogspot.com

  116. Gilson

    Saudade é o Amor que fica.

  117. jb

    amigo meu,

    pra mim, ficará a lembrança da dani olhando com aquele enorme e incomparável sorriso para o mar de copacabana.

    celebremos essa vida ímpar com muita festa!

    abraço do tamanho do mundo pra você!

  118. Raul Gazolla

    Querido Eduardo, foram ditas palavras de pessoas muito amigas e que te querem bem, só este carinho, já se pode voltar a caminhar. Quero ser mais um amigo nesta sala repleta, pode contar comigo para o que vc precisar. Sua felicidade será a felicidade da Dani. Que bom que ela pode te ter do seu lado nos momento difíceis também. Um grande abraço do seu mais novo amigo, Raul Gazolla.

  119. Tata

    Edu querido, que o sorriso da Dani seja sempre um farol a iluminar sua vida. Siga em frente, com a forca que te e caracteristica, e Ele iluminara sempre o seu caminho. Pode contar conosco, pro que der e vier. Beijo no coracao, Tata e Fernando

  120. Nenel Mombrini Kloss

    As pessoas não morrem – somem – e nós as esquecemos entre as ruínas dos sonhos e dos pesadelos.
    Um abraço.

  121. Bokao

    Caro Edu,
    Meus sentimentos pela passagem da sua menina e um forte abraço! Nada substitui a pessoa que amamos, fica sempre aquela saudade! Mas a vida segue e em respeito a ela é preciso continuar com a mesma alegria e força! Que o sorriso da Dani ilumine os seu caminho!

  122. Gabriella

    Edu, eu concordei com vc quando li que a dor de cada um é indivissível e instransferível, e lamento por isso, pois sei que vc poderia contar com a força de vários amigos e amigas para ajudar a carregar a dor da saudade que vc está sentindo agora.

    Infelizmente, amigo, a dor é de quem tem e só quem passa por isso sabe como dói e como corta fundo a dor da saudade de um amor.

    Desejo, do fundo do meu coração, que todos os Deuses e que todos os amigos estejam agora acalentando a dor do seu coração e a dor do coração de cada um que chora por uma saudade. Dor inexplicável!

    Força e luz!
    abçs
    Gabriella Bonze

  123. Nelson Fiod

    Meus sinceros sentimentos

  124. Gisela Menezes

    Edu, lindo lindo lindo !!!! Muitas Saudades !!! Estávamos viajando e chegamos sexta-passada … Tenha certeza que o sorriso da Dani não sairá das nossas mentes nunca !! A dor é grande, mas a linda lembrança de sua felicidade, inteligência, sabedoria e alegria nos acompanhará sempre !!
    Abraço forte !!!!!
    Ze & Gi.

  125. Lucas Sáles

    É uma pena, Edu.
    Um abraço!

  126. Edu,
    Conheci a Dani em 2008 através dos teus textos que me fizeram tanta companhia nos meus embarques quinzenais em uma plataforma de petróleo da Bacia de Campos.
    Num dos intervalos do Samba da Ouvidor entrei na Folha Seca e comprei três livros, entre eles o Meu Lar é o Botequim. E foi neste livro que eu conheci vários personagens que me acompanharam durante muito tempo, primeiro no livro e depois no blog.
    Num determinado momento reparei a ausência da Dani nos textos, pois eu sempre gostava quando o nome dela aparecia, seguido do aposto, A Sorriso Maracanã. Ficava imaginando – Pô, a Dani deve ser a maior gente boa; o Edu apronta cada uma e ela continua com esse sorriso imenso. – Cheguei a comentar com a Elika, acho que o Edu se separou da Dani, nunca mais ele falou dela no blog.
    Anos depois percebi que não tinha sido nada disso.
    Meu amigo,
    Sei que foi, e é uma barra pesadíssima, mas acredito que você está com a postura certa. Agarre-se na sua fé, nos seus amigos e no samba sempre, pois ele realmente nos salva. Já me salvou diversas vezes de enlouquecer completamente.
    Não a conheci pessoalmente, mas o retrato pintado na minha mente por suas palavras é maravilhoso.
    Força cara, muita força.
    Sei que você tem dezenas de amigos do peito, mas se precisar de qualquer coisa pode contar comigo e com a minha família.
    Um forte abraço!

  127. Pingback: AS MULHERES SÃO TUDO, EU NÃO SOU NADA | BUTECO DO EDU

  128. iara carvalho

    Seguimos sorrindo. O lindo sorriso dela sempre estara conosco iluminando nossos pensamentos ela sempre estara conosco olhando por nós.

    bjs iaia

  129. Pingback: MEDO DE AVIÃO | BUTECO DO EDU

  130. Pingback: É DEMAIS PARA O MEU CORAÇÃO | BUTECO DO EDU

  131. Pingback: E QUE VENHA 2012 | BUTECO DO EDU

  132. Pingback: SEIS MESES… | BUTECO DO EDU

  133. marcia morelli

    É Edu, o mais importante foi aproveitar todos os momentos que agora tem como lembrança…..como vc mesmo disse não foi coincidência o encontro de vocês. Juntos foram felizes para sempre enquanto durou. Isto é o que vale a pena. Infelizmente pouco tempo, porém intenso. Que seu coração e sua alma tenham esta dor amenizada a cada dia. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s