GETÚLIO VARGAS – 56 ANOS SEM ELE

A humilde homenagem deste blog à memória de Getúlio Vargas, morto em 24 de agosto de 1954. 56 anos depois, mais que nunca (e como sempre), é dia de reverenciar o nome deste grande brasileiro!

Getúlio Vargas

Ouça aqui!

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em gente, política

4 Respostas para “GETÚLIO VARGAS – 56 ANOS SEM ELE

  1. >EduEu era pequenininha quando ocorreu a morte de Getulio, Tia Lita era apaixonada por ele e me ensinava tudo sobre ele. Nós enfrentamos uma fila de horas, para chegarmos proximas ao caixão no Palácio do Catete, hoje trasformado em museu.

  2. >Hoje pela manhã, em modestíssima homenagem, ouvi aquele samba da Mangueira, de 1956, que o Martinho gravou no disco Samba Enredo. Lembro de um tio que adorava reproduzir discurso do Getúlio logo após os almoços de domingo. Boa, Edu!

  3. >Boa tarde Edu!Salve o Estadista!!!Minha mãe era Getúlista de carteirinha! Quando menina moça desfilou no campo do Vasco com colegas de turma.Cordiais saudações!!!Orlando Rey

  4. >Fala Edu!Bela e oportuna homenagem.Hoje, aqui dentro da Petrobras, eu fico imaginando o quanto que se gastou de dinheiro público para que a empresa se tornasse, anos mais tarde, numa das maiores empresas de energia do mundo.Fico pensando em como são raros os governantes que investem pesado naquilo que acreditam e que será bom, um dia, lá no futuro, para a nossa nação, mas que com certeza eles não estarão mais aqui para colher os frutos.Um grande amigo, amante de política, me disse uma vez que daqui há algumas décadas, o Brasil só lembrará de 3 presidentes, Getúlio, Juscelino e Lula.Eu concordo plenamente.Sei que o comentário ficou enorme, mas não podia deixar de colocar uma música que houvia repetidas vezes no início da minha juventude, uma bela gravação da Simone, e uma pérola composta por Edu e Chico.AbraçosDr. GetúlioFoi o chefe mais amado da naçãoDesde o sucesso da revoluçãoLiderando os liberaisFoi o pai dos mais humildes brasileirosLutando contra grupos financeirosE altos interesses internacionaisDeu início a um tempo de transformaçõesGuiado pelo anseio de justiçaE de liberdade socialE depois de compelido a se afastarVoltou pelos braços do povoEm campanha triunfalAbram alas que Gegê vai passarOlha a evolução da históriaAbram alas pra Gegê desfilarNa memória popularFoi o chefe mais amado da naçãoA nós ele entregou seu coraçãoQue não largaremos maisNão, pois nossos corações hão de ser nossosA terra, o nosso sangue, os nossos poçosO petróleo é nosso, os nossos carnavaisSim, puniu os traidores com o perdãoE encheu de brios todo o nosso povoPovo que a ninguém será servilE partindo nos deixou uma liçãoA Pátria, afinal, ficar livreOu morrer pelo BrasilAbram alas que Gegê vai passarOlha a evolução da históriaAbram alas pra Gegê desfilarNa memória popular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s