PINGOS NO IS

Vejam bem, meus poucos mas fiéis leitores, que o troço por aqui anda fervendo. Anda fervendo e tem gente que está perdendo a linha, o prumo, o rumo e é preciso que eu, dono do pedaço (o único no qual apito), diga uma meia-dúzia de palavras ao menos para que fique consignado (estou advogadíssimo hoje) o que é a verdade que me vai na alma. Não será possível, em razão do tempo, já que parto em brevíssimo para Armação dos Búzios a trabalho, pôr pingo em todos os “is” como eu gostaria. Mas vamos lá.

Escrevi o texto Lênin vai ao samba, um tremendo sucesso (recorde de e-mails recebidos por este que vos escreve), leiam aqui, e um leitor, Carlos Renato, a quem não conheço (o que dá ainda mais autenticidade à minha resposta), errou feio na mão quando criticou, de forma deselegante (pra dizer o mínimo), a Cristina. Citada na crônica dentro de um contexto que não convém explicar, a Cristina merece todo meu respeito, razão pela qual falei grosso quando respondi ao leitor.

Não fosse assim e eu não teria rasgado elogios a ela e ao grupo que a acompanha mais recentemente, leiam aqui, aqui e aqui.

Mas neguinho não entende nada, não tem senso de humor, e dá-se a confusão que resulta, por exemplo, no infeliz comentário a que me referi anteriormente.

Vamos ao PSOL.

Um ativista (mais de um, mais de um) tem dito por aí que eu não presto. E por que? Apenas porque o PSOL passou a ser alvo de minhas histórias, alvo de minhas críticas (tão bem humoradas quanto, na visão estrábica dos ativistas do PSOL, a exposição do presidente do Senado com orelhas de Mickey no Buraco do Lume), só por isso. Falta-lhe o humor e sobra, vê-se, a raiva odiosa (de propósito, de propósito) que tanto caracteriza o PSOL.

E vamos, por fim, à Portela.

Recebi um telefonema, na noite de domingo, de um portelense tão histórico e tão antigo quanto a águia. Disse-me ele, sério, comendo um ovo cozido (eu ouvi, pelo telefone, o som da casquinha do ovo sendo retirada):

– Edu, não fique falando mal do Picolino e do Colombo, pô! Eles são históricos portelenses!

Eu faço a pergunta em alto e bom som: e eu falei mal deles?!

Como diria Leonel de Moura Brizola… francamente!

É como diz, sabiamente, como sempre, o homem da barba amazônica: quando você precisa explicar a piada, é preferível o silêncio.

Até.

Anúncios

12 Comentários

Arquivado em confissões, gente

12 Respostas para “PINGOS NO IS

  1. >Picolino eram águias da Portela e águias de Haia!!! Não mexam com ele e nem com o Colombo, caso contrário não respondo por meus atos, portos e aramis!!!

  2. >Edu, como você já confessou uma vez por aqui, o seu problema é com a pontuação. Algumas pessoas só entendem com o "ponto de ironia"…

  3. >Puxa, confesso que quando li aquele texto (sobre o Lênin) pensei que sua briga fosse com o pessoal do Terreiro Grande. Bom saber que não.Descobri esse blog já faz um tempo, a partir do botequim do bruno, ao qual também cheguei por acaso. Desde então sigo acompanhando ambos.Parabéns pelos textos,Abraço,Pedro Nathan.

  4. >Raymundo Faoro já dizia que a ironia não é mais frequentada com o desembaraço de outrora.Coisa triste essa de ter que explicar a piada.

  5. >Falta de senso de humor é mais que lamentavél. Particularmente penso que em parte se deve ao fato da maioria das pessoas se levarem muito a sério. O humor tem isso de te autorizar a rir de tudo, desde que seja capaz de rir de si mesmo primeiro. Parece-me que o Buteco aqui é capaz disso. Vejamos. Eu sou psicólogo, não tenho consultório e nem pretendo ter, mas atuo na saúde pública, penso numa pratica comprometida para a transformação social e não acho que toda psicologia é elitizada. Edu, acredite, existem sim alguns profissionais bem competentes e éticos. Pelo que me recordo o Sr , dono do buteco andou "difamando" e "ironizando" alguns de meus caros colegas por aqui, particularmente os psicanalistas. Não vi nenhuma necessidade em sair em defesa deles. E continuo não vendo. Primeiro porque concordo com muitas das críticas que você faz, depois que está lá o humor tão necessário para uma vida menos pesada, um olhar menos arrogante. Parabéns mesmo! Dito isso, me retiro. abraços meu caro e boa sorte por aí.

  6. >Zé Sergio: não entendi o "Picolino eram (…)". Eram quantos?Olga: algumas pessoas?! Só as pessoas do PSOL, vá por mim. Beijo.pnathan: e eu vou brigar com os caras por que, rapaz? Eles fazem um grande samba… O negócio funciona assim, ó: a ala radical do PSOL implica, encasqueta com um texto e dá de inventar inimizades que não são minhas. Sacou? Abraço.Pian: triste mesmo é ser cupincha do Paes, não? (me contaram, me contaram, não sei de nada) Abraço.Alessandro de Oliveira Campos: tremendo nome de psicanalista, hein?! Abração, seja bem chegado!

  7. >Digitação, mizifio, digitação. Esqueci de colocar o Colombo na caravela da concordância. Os dois fizeram um negócio monumental, assim ó: "Minha Portela querida/ és razão da minha própria vida/ Se algum dia eu me separar de ti/ Muito vou sentir/ Portela tudo em ti é glória/ Na derrota ou mesmo na vitória/ Tens o teu nome guardado em ouro nos anais/ através dos carnavais/ Laiá laiá laiá laralaiá …". FENOMENAIS! E só lembram desse sambaço por causa do Noca!!!

  8. >É, Zé Sergio: o único que não esquece Colombo é o velho da porta, sassaricando. Abraço.

  9. >putz, edu… explicar a piada é pior do que ter que soletrar palavrão, né não? neguim sem senso de humor devia mais é ficar vendo televisão,fala sério…

  10. >Me esculhambar, tudo bem, mas errar meu nome?Cláudio Renato

  11. >Rapaz, você falou grosso comigo??Pensei até que você tinha afinado..Perdão, mas preciso aproveitar esse espaço tão privilegiado…Zé Sèrgio, eu não te esqueço!Beijo!Leiam http://www.passavantecr.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s