CENAS TIJUCANAS

Flamengo e Fortaleza estão no intervalo do jogo no Castelão. Meu celular estrila e é uma mensagem do Felipinho Cereal, dizendo, entre outras coisas: “Estou cambaleando pela rua do Matoso”.

Fico preocupado – por quê cambaleando?, eu me pergunto – e mando de volta: “Marrecão agora?”. É a senha para que nos encontremos num dos mais sujos e comoventes butecos da Haddock Lobo, quase esquina com a rua do Matoso.

A mensagem chega quando já me aproximo do bar: “Em dez minutos.”.

Eu estranho, afinal o cara estava cambaleando ali do lado…

Em dez minutos chega o caboclo.

De pijama.

Vou repetir: de pijama.

Derrubamos três garrafas de Brahma.

Eu e Felipinho Cereal, ele calçando havaianas na cor azul clara e vestindo pijama.

Tudo isso sob a benção do Papa João Paulo II, cuja fotografia, esmaecida, encontra-se no alto do buteco, atrás do balcão, abençoando o povo que ali se abraça sempre em missão de paz.

Até.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em botequim, gente, Tijuca

5 Respostas para “CENAS TIJUCANAS

  1. >Sensacional! Abs. pt.

  2. >Caraca,tem que internar esse cara…além de America , anda de pijama à noite em plena Matoso , autentica Boulevard Tijucana !!

  3. >Gostaria de ter visto essa cena! Beijos.

  4. >Até a Branca de Neve bebe no Marrecão, esquina de Hadock com Caruso, se não me falha.

  5. Pingback: CENAS TIJUCANAS | BUTECO DO EDU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s