>SZEGERI NO METRÔ DE SÃO PAULO

>

Dia desses, no começo do mês de abril, bateu-me o telefone o homem da barba amazônica, Fernando José Szegeri – e digo seu nome todo com a certeza de que não receberei pedido algum no sentido de não mais fazê-lo, como tantos que já recebi. Fernando José Szegeri é um homem que sabe, como poucos, que nada teme, que nada deve, que nada tem a esconder.

(leiam sobre ele aqui (FERNANDO JOSÉ SZEGERI, O MITO) e aqui (A IDADE DE FERNANDO JOSÉ SZEGERI))

Comecei dizerndo que ele bateu-me o telefone mas é preciso fazer a correção em nome da precisão que me acompanha: Fernando José Szegeri bateu-me mesmo foi o rádio. Compramos, os dois, e ao mesmo tempo, visando a necessária economia depois de meses suportando contas caríssimas em razão das ligações interurbanas, daqui pra lá e de lá pra cá, aparelhos NEXTEL (eis a propaganda sem custo para a empresa). Falamos, agora, com uma freqüência ainda mais inimaginável.

Pois estava eu, umbigo encostado no balcão do AMÉRICA ESPORTIVO tomando um café preto e fumando meu primeiro cigarro do dia, quando estrilou meu rádio. Na tela, o nome indicava o chamado de meu irmão.

– Edu, Edu, Edu! – ele estava chorando.

– O que houve, mano?! – devolvi, sob o olhar atento da assistência.

– Estou no metrô, querido… E com ar-condicionado!

Não entendi a comoção do homem da barba amazônica.

– NUNCA – e ele disse esse “nunca” com a ênfase szegeriana que nele é, por óbvio, ainda mais enfática – NUNCA andei no metrô de São Paulo no ar-condicionado! É a primeira vez! Inaugurou um dia desses! – e fungava enquanto falava, para assombro da assistência, que eu, quando falo com ele, deixo o rádio no viva-voz para que toda gente absorva a sabedoria que sua fala esparge.

Não tive o que dizer.

– Estou na linha verde, na estação Vila Madalena!

Terminei o café, adentrei o SALÃO AMÉRICA, sentei-me na cadeira do seu Ernesto e tornou a tocar o rádio.

– Não vou trabalhar hoje! Não vou! Vou ficar no ar-condicionado do metropolitano!

Sei que ele foi da estação Ana Rosa à Vila Madalena. Da Vila Madalena à Alto do Ipiranga. Da Alto do Ipiranga à Vila Madalena. Da Vila Madalena à Alto do Ipiranga.

Ao longo do dia, o comício pelo rádio:

– Os vagões têm, além do ar-condicionado, diversas câmeras, portas bem mais largas, luzinhas que mostram as estações percorridas! Que luxo, Edu, que luxo!

– A temperatura oscila entre 22ºC e 24ºC. E é possível ajustá-lo até 7ºC abaixo da temperatura externa!!!!!

Fernando José Szegeri teve, naquela manhã, cinco, seis, sete anos de idade. Troço inédito, se vocês me entendem.

Até.

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

4 Respostas para “>SZEGERI NO METRÔ DE SÃO PAULO

  1. >É o Rio, uma vez mais, influenciando o modo de vida paulistano, querido. Acabamos de voltar do Rio, Mari e eu, totalmente danificados pela exposição forçada ao ar-condicionado – essa máquina de espalhar gripe que só vocês gostam. Beijo!

  2. >Você tá fumando de novo, mano?Depois de brigar tanto comigo pra parar de fumar lá no Cantinho do céu…Outra, o metrô é o meio de transporte mais infernal que já vi. O sujeito fica ilhado, feito um verme, dentro da terra.Deus me livre…

  3. >Enquanto isso a porrada come em Madureira. Tivesse tempo e ânimo, escreveria sobre isso no GS. O tempo das chibatadas na classe trabalhadora desse país parece não ter acabado, literalmente. Como dizia o samba da Em Cima da Hora de 84, lembrado pelo Simas no Histórias, é preciso “sublimar em poesia a razão do dia a dia pra ganhar o pão”. Mas na base da porrada tá foda.Abraço, querido.

  4. >Usuários da Linha Verde – a que conta com ar-condicionado:http://noticias.terra.com.br/popular/galerias/0,,OI98866-EI1140,00-Grupo+tira+a+calca+e+fica+de+cueca+e+calcinha+no+metro+de+SP.html

Deixe uma resposta para Bruno Ribeiro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s