É NATAL NO BUTECO

Estamos a pouco mais de 48h da noite de Natal e o BUTECO ergue suas portas de aço na manhã desta segunda-feira com o precípuo propósito de desejar a todos os seus freqüentadores um Natal profundamente feliz e em paz. Quero lhes dizer, eu que faço deste balcão virtual um permanente divã imaginário no qual exponho confissões de toda ordem, que durante parte de meus quase quarenta anos questionei muito o significado efetivo da expressão “Feliz Natal”. As pessoas me diziam “Feliz Natal” e eu ficava a me perguntar o que seria ter, então, um “Feliz Natal”.

Nasci em 69, filho de pais cristãos, espíritas, assim como vovó e boa parte da família. Vivi noites de Natal profundamente significativas, impressionantes para um menino em tenra idade, nas quais a família reunida rezava, nas quais mamãe, sempre muito comovida, após a leitura de textos relacionados com a data, propunha reflexões sobre o Evangelho de Jesus Cristo, o aniversariante!, e nas quais vivíamos, intensamente, esse sentimento de renovação de esperanças e de expectativas com relação ao ano novo. Por tudo isso eu posso dizer, sem medo do erro, que o Natal nunca foi, para mim, uma festa de presentes. Ao contrário, foi sempre uma festa introspectiva, uma festa de comunhão, uma festa de reflexão, uma festa simples, extremamente simples.

Mas a vida é feita de movimentos incessantes, de experiências constantes, e eu, durante alguns anos, afastei-me – se é que posso dizer assim – da vivência desse sentido e desse sentimento na noite de Natal. Foi o tempo em que eu, como lhes contei mais acima, dizia não compreender o significado do “Feliz Natal”. Fosse por mero exercício de contestação, como conseqüência de uma busca de novos caminhos, o fato é que passei um razoável tempo afastado do sentido religioso da data. Fazia as mesmíssimas coisas, jantava e almoçava com a família nos dias 24 e 25, mas sem o mesmo sentimento.

Por incontáveis razões que não cabem aqui, neste espaço, voltei a voltar o olhar, neste 2008 que vai chegando ao fim, para as coisas do espírito – digamos assim. Como a vida é feita de movimentos incessantes e de experiências constantes, e como os ciclos se renovam, eis-me aqui, às vésperas do Natal, profundamente comovido e certo de que é sempre tempo de renovação, mesmo que renovação tenha, ao menos para mim e dentro desse contexto, caráter de retomada de rumos e de caminhos já tantas vezes percorridos.

Sem qualquer intenção de fazer proselitismo, evidentemente, desejo a vocês todos, meus poucos mas fiéis leitores, uma noite de Natal profundamente significativa. Desejo, mais, que todos se sintam dispostos, ao menos nesses dias, ao exercício de estender o olhar à sua volta. Esse olhar estendido mostrará a vocês, seguramente, alguém precisando de muito pouco para ter um dia ou uma noite melhor. Esse olhar estendido fará com que você vivencie, ainda que seja apenas com os olhos, a experiência do outro, quem sabe capaz de transformar sua própria vida. Esse olhar estendido possivelmente dará a você a dimensão exata da fraternidade, se você tiver olhos de ver e ouvidos de ouvir.

Que tenham todos uma noite de paz, com a família, com os amigos, com gente querida, que haja muita saúde, que haja muita esperança, que haja sobretudo muita coragem para os enfrentamentos diários que a vida exige.

Sejam vocês cristãos ou não, creiam ou não em Deus, tenham todos um Feliz Natal. E que a noite do dia 24 seja tranqüila, seja simples, seja renovadora, significando verdadeira comunhão de propósitos capazes de dignificar sua vida.

O BUTECO retoma suas atividades, se assim me for permitido, na sexta-feira próxima, 26 de dezembro.

Até.

17 Comentários

Arquivado em confissões, Uncategorized

17 Respostas para “É NATAL NO BUTECO

  1. >Chorei comovida com suas palavras. Na Noite de Natal com certeza lembrarei de você, Sorriso, Simas, Candida e outros. Rogando, implorando ao Menino Jesus Saúde para todos nós. Beijos

  2. >Obrigado, Nadja, muito obrigado. Um beijo, com carinho.

  3. >Edu, que lindo! Posso dizer, faltando menos de um mês para os meus 30 anos, que minhas noites de Natal foram parecidas com as suas…minha família é muito unida e sempre nos lebramos de agradecer por tudo o que nos foi concedido, pela saúde, pela sabedoria e pela vida que está aí para ser, simplesmente, vivida! Desejo a você e sua família um Feliz Natal, desejo uma chuvas de bençãos sobre vocês durante essa bela noite e por todos os dias que vierem pela frente! Beijos, Mari.

  4. >Feliz Natal, Edu!Beijos.

  5. >Mariane: obrigadíssimo! Torço daqui, também, para que esse seu Natal de 2008 seja especial e inesquecível. E eis aí um dos grandes segredos para que as coisas nos sejam mais leves no curso da vida: agradecer, sempre, permanentemente, por tudo que temos à nossa volta. A gratidão pavimenta nossa estrada, tenha certeza disso! Um beijo enorme.Natasha: obrigado, pra você também! Um beijo.

  6. >Nadja, obrigadíssimo.Pedirei a Olorum, Exu, Ogum e todos os orixás que protejam todos nós, como certamente nossa Dedinha faria.Beijos.

  7. >edu, meu camarada, um natal bem feliz prá você, sua família e seus amigos, tá legal? uma noite agradável, calma e divertida, com todo mundo junto, é o que deseja o seu camarada aqui de niquíti.caíque.

  8. >Salve, Luiz Antonio! Daí de Campos, querido, durante a ceia de Natal com a família da sua Candinha – sua família também! – peça por todos nós (é o que importa), à sua moda. Beijo grande, até a volta, e dê meu beijo carinhoso na Candinha.Caíque: obrigado, tenha você, também, um Natal de muita paz. Um abraço.

  9. >Edu, uma grande noite de Natal pra você também. E que em 2009 você continue com esse gás todo, contando essas histórias sensacionais. Histórias tão bem contadas e impregnadas de tão bons sentimentos, que acabam contagiando e nos fazendo um bem danado. Desejo também uma grande noite e um grande ano aos tijucanos Simas e Felipinho. Enfim, a todos os leitores, muito amor!

  10. >Edu, receba meus sinceros votos de felicidade. Obrigado por mais um ano contribuir com os seus belos textos e belos exemplos de humanismo. Feliz Natal!Rodrigo Medina

  11. >Olga: feliz Natal pra você também, pra sua irmã, sua família toda, e que tenhamos muita paz no ano novo que se aproxima, muito equilíbrio, saúde, prosperidade e sobretudo amor à vida e ao próximo. Um grande beijo.Rodrigo: espero que em 2009 você cumpra com a palavra empenhada. Um abraço.

  12. >Feliz Natal pra você também Dudu. Beijo, Mauro

  13. >Eduardo, cheguei ao seu blog através do blog do Marcelo Moutinho. Muito bacana o que você escreveu, pois o sentimento que está professado no seu texto restaura o verdadeiro motivo dessa data. Quando imaginamos quâo terrível deve ter sido aquele dia, com o massacre ocorrendo em Belém, mães estripadas para matar os fetos e depois a fuga da Família… Bem, é arrepiante. Depois da fuga,o parto numa caverna sem as mínimas condições de higiene, pois era refúgio de animais. Dá pra imaginar a angústia do casal, abafando o choro da criança recém nascida pras patrulhas militares não os lacalizarem. Quando vemos que este sentimento se transformou no consumismo banal, o celular novo se tornando o “espírito do Natal”… Bacana o seu texto, digo novamente, ao reencontrar a profundidade do significado dessa noite, que há dois mil anos não deve ter sido tão feliz como supomos.

  14. >Querido, que a solidariedade de Jesus Cristo esteja sempre entre os vossos valores mais caros. Deixo-te meu abraço fraterno!

  15. >Feliz Natal!Saúde, Paz, Amor e Prosperidade!Grande abraço!Eduardo

  16. >Maurinho: valeu, garoto! Espero que tenha sido significativa sua noite de Natal. Beijo.Seja bem chegado, Guido! Um abraço, volte sempre, e que o seu Natal tenha sido base para um grande 2009!Valeu, Bruno, querido! Assim seja, mano. Beijo grande.

  17. >Querido Edu, espero que em 2009 tudo do bom aconteça na sua vida e dos seus. Abração. pt

Deixe uma resposta para Bruno Ribeiro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s