>A INACREDITÁVEL OPINIÃO DO BIAL

>

O inacreditável SEGUNDO CADERNO de O GLOBO, que em tese deveria ser um caderno voltado para a cultura, publica hoje, sexta-feira, uma inacreditável reportagem com o título UM FENÔMENO LONGE DE SE ESGOTAR – ESPECIALISTAS DEBATEM O PODER DE MOBILIZAÇÃO DO BIG BROTHER BRASIL, QUE BATEU RECORDE EM SUA OITAVA EDIÇÃO, trazendo, além da opinião desses “especialistas” (impossível não guinchar de tanto rir), uma mini-entrevista com o também inacreditável Pedro Bial.

reprodução de TV, publicada no SEGUNDO CADERNO de O GLOBO de 28 de março de 2008

O jornalista (é de chorar de rir, não?!), que apresenta esse lixo de programa… Pausa. Breve pausa. Vamos a um pequeno cálculo, brevíssima digressão.

Leio, incrédulo, que durante a disputa pelo primeiro lugar (o tal do paredão final), 76.000.000 (isso mesmo, setenta e seis milhões) de ligações foram feitas para o 0300 disponibilizado pela TV GLOBO, para que o público escolhesse entre as duas azêmolas que disputavam R$1.000.000,00 (um milhão de reais). Não faço idéia do custo da ligação… Mas pesquisando, muito por alto, no GOOGLE, cheguei ao valor de R$0,31 (trinta e um centavos), mais os impostos. Temos, então, que APENAS no dia do último programa, o faturamento da emissora foi de R$23.560.000,00 (vinte e três milhões quinhentos e sessenta mil reais).

Além disso, o lixo, que acaba de encerrar sua oitava edição (parece que em nenhum outro lugar do mundo o troço foi tão longe…), mantém extensa rede de tentáculos visando uma lucratividade cada vez maior, em cima dos imbecis que acham importante participar, de uma maneira ou de outra, do BBB. Vejam isso aqui e me digam se não é inacreditável… Trata-se do site do SHOPPING BBB, através do qual pode-se comprar produtos usados pelos participantes do programa.

Um nojo. Com a ênfase szegeriana.

Mas vamos ao Bial.

Durante a inacreditável (é rigorosamente proposital a repetição) entrevista, Pedro Bial compara o BBB ao futebol. Compara a paixão do brasileiro pelo BBB (!!!!!) à paixão do brasileiro pelo futebol!

Basta ler esses dois trechos que destaquei, abaixo.

trecho de entrevista com Pedro Bial, publicada no SEGUNDO CADERNO de O GLOBO de 28 de março de 2008
trecho de entrevista com Pedro Bial, publicada no SEGUNDO CADERNO de O GLOBO de 28 de março de 2008

É para concluir e perguntar:

01) não faço parte da classe A, com a graça de todos os deuses;

02) que botequim freqüenta o Pedro Bial?;

03) quem são os homens (é de guinchar de rir, de novo) que o Pedro Bial conhece que pautam (ui!) suas conversas com o BBB?;

04) as regras do futebol são um “elemento complicador”?

Meus poucos mas fiéis leitores… Às vésperas do final de semana, me faltam forças para prosseguir comentando (e batendo) sobre essa idiotice destacada no caderno de cultura (!!!!!) do jornal O GLOBO.

Tenham todos um bom final de semana.

Até.

PS1: ergo, daqui do balcão, de pé diante de uma caldeireta de chope com espuma espessa, um brinde a uma figuraça que conheci na terça-feira, durante o lançamento do livro do Loredano e do Simas, no Paço Imperial: à Nadja, que se apresentou como leitora diária das bobagens que escrevo aqui, e que fez questão de tirar uma fotografia comigo e com a Sorriso, que foi como ela chamou, carinhosamente, minha menina. Ô, Nadja, manda essa foto pra mim por email, ? Beijo e bom final de semana!

Ah, sim… Dois detalhes que me escaparam… A Nadja é tia do Simas e, em nome da verdade, a primeira frase, exata, que me disse, foi:

– Ô, meu filho… Todos os dias, assim que eu chego no trabalho, a primeira coisa que eu faço é ler o BUTECO, depois leio o blog do Simas e depois leio aquele do Bruno, seu amigo de Campinas!

A neta, ao lado, completou:

– E ela imprime tudo, todos os dias…

É ou não é uma figuraça?

PS2: acho que achei a resposta para a pergunta 02 que eu mesmo fiz, acima… Vejam aqui… Onde mais seria se não no Leblon, no Conversa Fiada?

trecho de matéria publicada na VEJA RIO de 02 de novembro de 2005

16 Comentários

Arquivado em Uncategorized

16 Respostas para “>A INACREDITÁVEL OPINIÃO DO BIAL

  1. >Que nojo! Que nojo!E, pessoalmente, foi uma tragédia que tenha vencido o programa um participante de Campinas! Agora seremos obrigados, aqui no jornal, a registrar qualquer peido dado pelo cara. Eu estou fora, evidentemente. Em tempo: assistiu Luna de Avellaneda? E aí? E aí?

  2. >Querido: numa poderosa prova de que a Lei de Murphy é braba, aluguei o filme – cópia filha única na locadora! – e assistimos até mais ou menos 1h30min de filme… Quando… travou tudo! Já fui à loja, hoje pela manhã, e o sujeito testou na minha frente e deu tudo certo no aparelho deles… Resultado… ele limpou o DVD e o levei de volta para casa. Hoje, tentaremos retomar a sessão. Mas até onde vimos… muito bom! Darei notícias. Beijo, mano.

  3. >R$23.560.000,00 se se desconsiderar o valor pago pelas empresas patrocinadoras do programa, pelos anunciantes presentes em todos os intervalos, pelas empresas que fazer merchandising dentro do próprio programa e, finalmente, pelos desocupados que pagam pra ter um canal BBB que mostra “o que acontece na casa” 24 horas por dia…Ou seja, um milhão é esmola pra esses tubarões da Globo. Lembrando que 25% desse milhão vai pros impostos, descontados direto na fonte.Não tem mesmo outro termo, Edu: é inacreditável.ps – Bruno, só de piadinha, te desejo boa sorte cobrindo os shows da banda EMO do Raqfinha… eeheheheheheh

  4. >Bial não engana a ninguém, não: é uma bicha, uma bicha velha…

  5. >Esse Bial dá ânsia de vômito!

  6. >Aquele tiro que ele levou quando trafegava na Niemeyer podia ter pego na boca…

  7. >Francamente… alguns de vocês exageram, muito e mal. Permitam-me o esporro público diante do balcão.Bezerra: pela segunda vez, tendo sido a primeira derrapada há pouco tempo, bola fora. Ele não me parece uma bicha, uma bicha velha.É, nada mais que isso, um empregado da TV GLOBO a serviço de um serviço porco, a desserviço do povo brasileiro.Bola fora.E Craudio: publiquei seu comentário, compadre, para que sua voz fosse ouvida. Mas, na minha opinião, uma tremenda bola fora. O escroque tem mãe viva (segundo sei), é pai.Você realmente quer que ele morra, malandro?Faça o seguinte: venha para o Rio (de ônibus, como sugeriu o Szegeri logo depois do carnaval), e faça você mesmo o serviço.Lamentável.Abraço nos dois.

  8. >É que eu nunca fui – e nunca irei – com a cara do Bial, Edu, mesmo reconhecendo que, apesar de ser funcionário da Globo, apesar de estar a desserviço do povo brasileiro (conforme tuas palavras, com as quais estou de acordo), ele é um cara muito inteligente, um cara bem articulado.Se exagerei (pela segunda vez), acontece. Com todo mundo. Foi mal… Abraço.

  9. >Bezerra, tu só pode estar de sacanagem, aê…

  10. >Edu, morte não, jamais!Seria só um jeito dele ficar mudo. Até porque agora ele acha que é poeta…Abraços!

  11. >Eu conheci o Pedro Bial em meados dos anos 80. Ele não era a besta que é agora. Será que ele está sofrendo de algum problema mental.

  12. >Bem que eu queria estar só de sacanagem mesmo, Szegeri. Até porque, como já falei aqui, nunca fui com os córneos do Pedro Bial. Eu o acho pedante demais. Tão pedante quanto o Serginho Groisman, por exemplo. (Acho esses dois farinha do mesmo saco). Só que o Bial, ao contrário do Groisman, na minha modesta opinião, é inteligente, ainda que ele – muití$$imo bem pago, com certeza – tenha jogado essa inteligência na obsolência, ao se submeter ao jogo dos Marinho, onde nada mais é importante do que os altí$$imos índices de audiência – e a qualidade que se ferre…

  13. >Anônimo de Merda: publiquei seu comentário, na contramão do que costumo fazer, porque também acho o Bial uma besta. Mas ele, ao contrário de você, e provavelmente porque pagam a ele um bom preço, mostra a cara antes de dizer as merdas que diz diariamente durante a apresentação do lixo que é o BBB. Diga quem é você, covarde. Dê seu nome. Tenha coragem de dizer a ele o que você pensa sobre ele. Que nojo…

  14. >Edu, Eu me divirto muito com o tom visceral dos seus textos… acho que isso é uma coisa inerente aqueles que exercem o sacerdócio da advocacia.Qual é o advogado que não se apaixona pelas suas causas, sejam elas jurídicas ou não!?Percebo isso não apenas nos seus textos, mas – principalmente – nas críticas aos comentários infelizes.Sds!

  15. >Edu, nao se engane. Essa porcaria de Big Brother ainda eh praga mundial, continua firme e forte na Inglaterra e na Italia tem edicao de Inverno e Verao. E aqui na Inglaterra atualmente esta no ar a edicao americana. Ou seja, mau gosto eh universal…

  16. >Gostava daquele Pedro Bial que cobriu a queda do muro de Berlim, valorizando o simbolismo daquele marco físico – o único – da cortina de ferro e a importância do momento histórico que tornou-se o símbolo maior do fim da guerra fria.Nos tempos de faculdade o sujeito foi poeta mesmo. Falando 22 línguas, foi um dos maiores correspondentes internacionais da Globo nos anos 80 e início do anos 90. E depois sumiu, fazendo apenas pontas no Fantástico. Ostracismo.Aí vem a merda do BBB e o Pedro Bial torna-se um exemplo de decadência de princípios profíssionais e submissão ao poder do capital que o emprega.Abraça exageradamente a causa BBB, dá declarações como essas destacadas no texto, chama diariamente aqueles merdas de “heróis”, cita versos de Nietzsche pra justificar a saída de um babaca qualquer daqueles…Conversa Fiada? Houve um tempo em que o Pedro Bial era facilmente encontrado na Século XX, no Jardim Botânico, perto da Globo, no caminho do Horto. Bom Chopp, bem gelado e bem tirado. Sem filial.Se essa história de Conversa Fiada for verdade – e não propaganda do bar – eis mais uma prova da decadência do sujeito. O que é, realmente, inacreditável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s