>PRA HISTÓRIA

>

Disse o Bruno Ribeiro, em junho deste ano, às vésperas do encontro histórico promovido na casa de meu mano Szegeri (sobre o encontro leia aqui o que escreveu o próprio Bruno, leia aqui o que escreveu o Simas e leia aqui o que eu escrevi), o seguinte:

“O encontro que se dará hoje e só termina na segunda-feira terá contornos épicos e fatalmente entrará para a história como o encontro que mudou – senão o mundo – ao menos nossas vidas.”

A íntegra do texto pode ser lida aqui.

Faço este brevíssimo intróito apenas para dizer a vocês, já que divido permanentemente as emoções que me assaltam, e sou, graças aos deuses, cada vez mais assaltado!, que recebemos em nossa mui humilde casa em nossa mui amada Tijuca, eu e minha Sorriso Maracanã, o portentoso Arthur Tirone, o Favela, a quem carinhosamente chamo de Salgueiro (minha favela preferida!) e sua Milena. A reboque, vieram Bruno Tirone, flor de pessoa (ao longo da semana conto histórias sobre o cara) e Daniel Frangiotti, o Gordo, um sujeito que chora mais que eu, Szegeri e Simas juntos (ao longo da semana conto, também, histórias sobre o caboclo), que ficaram hospedados no legendário Hotel Bariloche, glória tijucana capaz de fazer o Copacabana Palace parecer motel de beira de estrada, a menos de 100 metros de nossa casa.

Há muito o que se dizer sobre o final de semana, muito, mas falta-me, hoje, o tempo necessário para fazê-lo.

Que seja feito então, ao menos, o primeiro registro fotográfico da saga de quarenta e oito horas ininterruptas de emoção coletiva. E que registre-se, ainda, minha gratidão a Fernando Jose Szegeri, amálgama desse encontro que teve, de fato, contorno épicos e que mudou, um bocado pra melhor – digo sem medo do erro -, as nossas vidas.

Eis aí, Bruno Tirone, Arthur Favela, Milena e Daniel na porta do Bar do Chico, na Tijuca.

Bruno, Favela, Milena e Daniel, bar do Chico, Tijuca, 09 de dezembro de 2007

Até.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Uncategorized

8 Respostas para “>PRA HISTÓRIA

  1. >Da próxima vez, tenho que passar uma semana por aí. Dia e meio para o Rio de Janeiro é pouco, pouquíssimo…Agora eu quero escutar essa história do Bariloche.Viva o maracujá! Ainda estou meio ressacado.Abraços, saudosos desde a hora em que saí da Tijuca.

  2. >Salve, Craudio! Quando já dávamos – o Alto Comando do Rio-Brasília – como certa sua ausência (que significaria o não-pagamento do engradado de Brahma e a não-entrega da prometida garrafa de Jack Daniels) – eis que surge você e a Eva na gloriosa esquina da Hadock Lobo com a Almirante Gavião.Daqui, de pé diante do balcão imaginário do BUTECO, agradeço publicamente o belíssimo presente, o belíssimo gesto, personificado naquela monumental garrafa de bourbon deitadinha dentro daquela caixa que desde ontem enfeita o humilde bar que mantenho em casa.Tu não pagou o engradado por pura falta de tempo, é verdade, mas valeu tê-los por ali ainda que por poucos minutos…Volte em breve, camarada. Os quatro da foto melhor poderão lhe contar sobre o que vimos e vivemos.Abração!

  3. >Fiquei com uma pontinha de inveja deles.

  4. >O buteco está cada vez melhor 🙂 Um dia o Vidal e agora esse Bruno. Ai, ai, ai… … … Quero ir visitar o Rio em breve 🙂

  5. >Edu, foi um prazerzão conhecê-lo. Voltarei mais vezes para o RioabsAndré Carvalho, o Piruca

  6. >Edu,Estou ainda emocionado de uma forma olímpica (como você diz), obrigado pela recepção lindíssima, que viagem fantástica, as pessoas, o lugar, o clima, o samba, as cachaças, a Tijuca, o Rio, o Bruno manda um grande abraço também, logo mais voltaremos!!! Você disse com perfeição no post: “quarenta e oito horas ininterruptas de emoção coletiva”Um abraço!!!e dá-lhe Tijuca

  7. >legal ter te conhecido pessoalmenteda próxima vez chegaremos BEM mais cedo pra beber BEM mais cerveja com vcs.beijos, eva

  8. >Piruca: o prazer foi meu, camarada. Seja bem-chegado ao balcão.Ô, Gordô: tô com uma puta saudade de vocês. Voltem logo, porra. E amanhã eu conto sobre sua crise de choro no Rio-Brasília. Beijo.Eva: façam isso. Vou cobrar de vocês. Beijo e foi um prazer conhecer você. Seja, também, bem-chegada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s