>TIAGO PRATA, UM CIUMENTO

>

Eis aí uma verdade evidente. Evidentíssima, eu diria. Mas que sempre nos surpreende. A vida – já dizia o filófoso Roberto Rivelino (fio-me na informação que me foi dada pelo Simas) – é uma caixinha de surpresas.

Feito o intróito – pífio, reconheço -, vamos à surpresa. Ou às surpresas, sendo mais preciso.

Foi uma surpresa, pra mim, receber o recado que recebi, no começo do ano, do Tiago Prata, o Pratinha – e vocês podem ouvir o recado aqui.

Disse-me ele, na íntegra:

“Eduardo Goldenberg, aqui é seu filho mais novo, Tiago Prata. É, quando puder me dá uma ligadinha. Estou indo em breve para o escritório, tomar uma cerveja, e depois eu queria falar contigo também, uma outra coisa, falou? Um abraço, tchau!”

Vejam bem uma coisa. Disse eu, quando lhes relatei sobre o recado, que foi uma surpresa recebê-lo; um prazer ganhar um filho pronto; e, ainda, gratificante sabê-lo “talentoso, dono de um gosto musical afinadíssimo com o meu, e, o que é mais bonito, mais velho, mais antigo, mais sábio do que eu.”.

Feito o intróito e refrescada a memória, vamos ao que quero lhes contar hoje.

Na sexta-feira passada fui assistir ao show da Beth Carvalho. Eu havia sido convidado; eu e Dani Sorriso Maracanã, evidentemente. E o Prata também. Como minha garota não poderia ir, bateu-me o telefone o meu garoto:

– Pai… a Dani não vai poder ir, né? Posso levar a Luísa então?

Seria um prazer – pensei na hora – estar na companhia do moleque e de minha nora.

Eis que chegou a sexta-feira e encontramo-nos na entrada do guichê. Fomos à mesa dos convidados.

Retirei meus dois convites: SETOR VIP / MESA 109

O Prata retirou o dele: PLATÉIA B / MESA 1.468

Deu-se o abuso:

– Pô, Edu… Tu fica lá em cima… Vou ficar com a Luí…

Eu ri de fazer tremer o menino.

Disse a ele:

– Dê seu jeito. Fale com alguém da produção. Se vira!

Fui ao bar enquanto o novel casal dirigia-se a uma mocinha com uma camisa onde se lia “PRODUÇÃO”. Voltaram os dois com sorrisos francos:

– Consegui! Vou ficar com vocês!

– Muito bem… – eu disse, orgulhoso do garoto.

– Disse que não poderia deixar meu pai sozinho…

Ri. E o Prata disse, fino, à Luísa:

, vou mijar. Güentaí.

Foi ele dobrar o biombo e ela cravou os olhos, lindos (meu garoto tem bom gosto), nos meus, horríveis. E disse:

– O Tiago está arrasado…

E eu, interrompendo o gole:

– Com o quê?

Ela deu uma olhada em volta:

– Ciúmes…

– Desembucha…

– … do tal do Borgonovi.

– Hein?!

– É… ele disse que você não fala mais dele no BUTECO, só nesse Borgonovi…

Vejam isso.

Acompanhem comigo e notem bem do que é capaz a vaidade humana.

O Prata, a quem já dediquei dezenas de textos, confessou-se possuído pelo ciúme. Vamos à definição do Houaiss:

“1 estado emocional complexo que envolve um sentimento penoso provocado em relação a uma pessoa de que se pretende o amor exclusivo; receio de que o ente amado dedique seu afeto a outrem; zelo (mais us. no pl.)

2 medo de perder alguma coisa”

A fim de não deixar ainda mais complexado o menino – ainda em fase de desenvolvimento – abro a semana, então, com um momento exclusivo – ninguém mais tem isso!!!!! – do Prata.

Trata-se do making off da reportagem feita pela TV Bandeirantes.

Amanhã é terça-feira. Depois temos a quarta, a quinta e a sexta-feira.

Digo essa obviedade apenas para arrematar com a promessa: a semana inteira será dedicada a ele.

Eu mimo mesmo, pô!

http://video.google.com/googleplayer.swf?docId=8108905035542439500&hl=en

Até.

8 Comentários

Arquivado em Uncategorized

8 Respostas para “>TIAGO PRATA, UM CIUMENTO

  1. >O Prata ficará com ciúmes se esse texto tiver menos comentários que os do Borgonov.Por isso, estou aqui.

  2. >Mais um comentário para evitar crises do Prata. Ele está monitorando o Buteco para ler os comentários de dez em dez minutos.

  3. >Simão: pobre garoto. Só você e eu (agora) comentamos. Nem a Luíza! Nem a Luíza!

  4. >Mais um comentário. Tiago, você já pode se recuperar da crise de ciúmes.

  5. >E eis que surge Luísa, a moça que embaraça as linhas das mãos de nosso protagonista. Com esse meu comentário já são cinco!

  6. >Não tenho nada para dizer, mas achei justo contribuir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s