TÁ FALTANDO ELE

(pra Luciana Machado Matos)
Então. A uma semana do lançamento do livro, o que me deixa com olímpicas cólicas de ansiedade, sinto saudadas ainda mais olímpicas desse malandro aí em cima, Fábio Machado de Matos, o Fabinho, que há um ano (amanhã) está longe demais. Vai daí que pensando na festa do dia 12, no Estephanio´s, penso também nos meus irmãos que não estarão presentes (estarão, sim, mas em mim): Marco Aurélio, Fernando Toledo, e no Fabinho.

E o Fabinho, com quem dividi arquibancada do Maracanã, balcões de bar e muito papo, foi responsável – vejam vocês! – por um dos mais bonitos momentos que o Buteco rendeu até hoje.

Foi há uns meses. Abri a caixa de emails e – póim! – quica uma mensagem assinada por Luciana Machado Matos. Sua irmã.

Disse-me, a Lu, que queria agradecer a simples homenagem que prestei ao Fabinho no extinto Opinião do Edu. Disse-me, mais, que de vez em quando ia lá, no tal texto, sentir a presença do irmão através das palavras do amigo, eu, a quem ela não conhecia. Ainda.

Vai daí que passamos a trocar e-mails, vai daí que a Lu prometeu presença no dia 12, no Estephanio´s, e vem daí a beleza da coisa: o Fabinho vai estar mais-que-presente no furdunço em que vai se transformar aquela esquina.

Além de estar permanentemente em mim e na memória de grandes momentos da minha já não tão curta vida, vai estar presente com a presença da irmã que tem, obviamente, saudades igualmente olímpicas do irmão. E não é pra menos.

O Fabinho era (e é) um grande sujeito. Pai de dois filhos, casadíssimo com a Renata a quem não conheci graças à mente doentia do cara (parecidíssimo comigo em alguns itens formadores do caráter), rubro-negro da melhor cepa, abraço forte, aperto de mão que só tem quem tem firmeza, Fabinho está devidamente vivo nas páginas do livro, o que dá a ele, livro, ainda mais vida e graça.

Vai fazer uma puta falta no dia 12. Mas uma falta sutil. Já que – não quero ficar repetindo o óbvio – vai estar ali, de pé no balcão, com aquele sorrisão safado, brindando à campanha do Flamengo e ao livro.

E fazendo, de leve, um carinho nos cabelos da irmã.

Até.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em gente, Uncategorized

4 Respostas para “TÁ FALTANDO ELE

  1. Bonita homenagem, Edu. A Luciana vai gostar.

  2. Pôxa vida, você me fez chorar logo pela manhã num dia tão bonito de sol :~) Tão bonito quanto o texto.

  3. Olha eu conheci o Fábio há muito tempo atrás, quando estava entrando na faculdade, já namorava a Renata, e agora depois de tantos anos, procurando por esse grande amigo, me deparei com esta noticia muito triste… muito triste….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s