MAIS UMA LENTILHA

Doces figuras, na sexta-feira passada, 17 de setembro de 2004, aproveitando a virada da meia-noite, oferecemos, eu e Sorriso Maracanã, uma Lentilha Carneada para cerca de cinqüenta amigos que atenderam nosso comovido convite a fim de comemorarmos 5 anos vivendo juntos, e eu sempre disse contente que minha nêga é uma rainha porque não larga o batente, mas sou eu que me garanto na cozinha e somos Flamengo doentes.

Para não cometer a grossura de outrora, vamos enumerar os presentes (e se você não está na lista, lamento profundamente… a revimos várias vezes), a ordem é presumivelmente por ordem de chegada até onde a memória permite: Betinha, Beth, João Vitor, Mauro & Silvinha, Sogrinho, Mico, Luiz Humberto, Lelê Sorriso Via-Láctea, Alê, Manguaça, André, Pierre & Bianka, Marcelo Cândido, Maria Paula & Dedeco, Marcy, Guerreira, Sheyla, Nice, Zé Colméia & Vinagre, Fefê & Brinco, Tetê, Alex, Vidal & Gláucia, Tatu & Sueli, Marquinho, Moniquinha & JP, Cachorro & Cris, Fofolete, Fumaça, Deyse, Banana & Beto, Gi & Zé, de Porto Alegre!

Os presentes que chegaram com presentes, aos quais agradeço daqui de novo: Flavinho, com duas garrafas da surpreendente cachaça Santa Rosa; Miguel, com seis taças de vinho; Duda, com uma do alambique de tirar o fôlego; Giulia, com duas canecas gigantescas para o café da ressaca; papai e mamãe com bolinho e uma tábua para frios; vovó com jogos americanos; Lara & Mariana com uma garrafa de vinho do porto envelhecido e o destaque absoluto da noite na categoria: Sônia, minha amada Manguassônia, que entrou no Estephanio´s com um pé de pau-brasil!, lindo, e com o seguinte cartão, que faço questão de transcrever, que quase me matou e acabou com a noite: “Edu e Dani, resolvi comprar uma plantinha para vocês. Mas que dúvida terrível: o que? Olha daqui, olha dali e vi esta linda muda de Pau-Brasil e não tive dúvida. Arrumem um cantinho para plantá-la e cuidem dela com amor e carinho para que cresça cada vez mais e viva por muito tempo. Na verdade, o que eu realmente quero é que isso aconteça com vocês. Beijos, Sônia. PS: e com a nossa amizade também, + beijos.” É ou não de matar de alegria?

Foram devastados os seis quilos de lentilha escoltada por 12 quilos de carne, lingüicinhas, paio, carne seca, lombo, costelinha, folhas de louro, muita salsa. Em euforia industrial, fiz confissões inconfessáveis a diversos convidados, dentre eles o mais assustado, de longe, o Tatu, que acompanhado da Sueli não acreditava no que brotava de mim com franqueza extrema. Não sei se o fenômeno deveu-se à redondeza da data, 5 anos, mas foi extremamente doce receber presentinhos, quase que todos, por quê, meu deus?, atinentes à prática da birita.

Isso foi na sexta-feira. Ainda nessa semana pretendo contar sobre o sábado, quando houve show da StefiBand e ensaio da Vila Isabel, e o domingo, quando a Guerreira abriu os portais de sua casa para uma Tripa à Moda do Porto, preparada por sua pobre mãe que teve de aturar, mais uma vez, a escumalha da Tijuca, num almoço em homenagem à Tetê.

Até.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em botequim, gente

2 Respostas para “MAIS UMA LENTILHA

  1. SoniaMZRoque

    Lá se vão nove anos… Tivemos muitas alegrias, tristezas, alguns estranhamentos (na verdade, poucos), os tempos são outros, mas a amizade continua crescendo, crescendo como a “mudinha”de Pau-Brasil, hoje já bem grande e forte. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s